Visorama ganha GP de Design e seis anuários no festival do CCRJ

A Visorama Diversões Eletrônicas ganhou o Grand Prix de Design com o “Funk-Repente da Parada”, um trabalho em parceria com a W/McCann para a Coca-Cola, que valoriza a diversidade de gosto musical e a importância de se mexer e ser feliz, dois conceitos essenciais para a marca. Foram produzidos mais de 1.500 desenhos com 0% de rotoscopia e 100% animação 2D para se chegar ao resultado. O filme também entrou no Anuário do CCRJ 2015, na categoria Técnica Filme.

Outros dois trabalhos da Visorama foram premiados pelo Festival na categoria Design: a abertura do programa humorístico “Tá no Ar”, exibido pela TV Globo; e as Vinhetas “Cachorro”, “Indispensável”, “Informação” e “Interesse” para o canal GloboNews.

Com um elenco formado por humoristas como Marcelo Adnet, Marcius Melhem e Danton Mello, a abertura do “Tá no Ar” usa animação em stop motion e composição digital para que pinturas e textos interfiram em aparelhos de TV – estrategicamente vasculhados e escolhidos para o trabalho -, revisitando estéticas oitentistas e do movimento punk, assim como é a linguagem do programa. O elenco foi fotografado com expressões que mudavam progressivamente, como “memes” e gifs animados. Tudo foi animado analogicamente, durante dias consecutivos, e, então, a finalização com animação digital incluindo assinatura, transições entre as TVs e inserções dos personagens fotografados. 

Já as vinhetas para o canal GloboNews, realizadas com a F/Nazca Saatchi & Saatchi, têm forte apelo gráfico e mensagem direta sobre a importância de estar bem informado o tempo todo.

Na categoria Digital e Mobile e também na Integrada, a Visorama entra para o Anuário com a campanha da Havas Worldwide para a Light, chamada “Brilha Brasil”. O trabalho é uma série de vídeos de naturezas totalmente diferentes como locação noturna externa, estúdio, banco de imagens e um “viral” com imagens captadas em câmera de mão e luz natural, enquanto acontecia a ação, e que se tornou o carro-chefe da campanha.

Os três primeiros filmes eram ativados por QRCodes, publicados semanalmente em anúncios de revistas que conectavam as campanhas offline e online. O primeiro foi “Drible”, o segundo, “Gol!” e o terceiro, “Manifesto”, feito com banco de imagens para ativação da campanha nas redes sociais e TV. O viral “Embaixadinha”, que além de ser premiado conquistou mais um Anuário, dessa vez em Técnica Filme, mostra um suposto funcionário da Light fazendo embaixadinhas com um capacete. Claro que ele não era um funcionário, mas sim um craque de embaixadinhas selecionado entre muitos candidatos. O motivo para ter sido eleito em Técnica Filme no CCRJ? O capacete que se vê, na verdade, era uma bola. Tudo foi feito em pós-produção. A locação é um lugar comum: o centro do Rio. As pessoas que estão em cena são todos figurantes. E nada disso foi escondido depois que a ação viralizou. O objetivo era mesmo chamar a atenção.

Para assistir aos vídeos da campanha acesse:  http://vimeo.com/112757859
http://vimeo.com/112729671








https://vimeo.com/71309594

 

 

FICHAS TÉCNICAS:

Funk-Repente da Parada

Agência: W/McCann
Cliente: Coca-Cola
Direção e Produção: Visorama Diversões Eletrônicas
Direção de Criação: Carlos Ia Murad
Criação: Victor Martins e Felipe Rasca
RTV: Regina Knapp, Viviane Dias e Natalia Soares
Áudio: Sonido

Vinhetas GloboNews

Agência: F/Nazca Saatchi & Saatchi
Cliente: GloboNews
Direção e produção: Visorama Diversões Eletrônicas
Áudio: Satelite Audio

Brilha Brasil

Agência: Havas Worldwide
Cliente: Light
Direção e produção: Visorama Diversões Eletrônicas
Diretor de criação: Alexandre Nunes
Criação: Kito Vilela, Nuno Mendes, Bira Alves e Pedro Gomes
Gerente de projeto: Eduardo Grandelle
RTV: Irene Calado
Atendimento: Ligia Repetto e Gioconda Ferraz
Fotografia: Daniel Primo (Drible e Gol), Dudu Miranda (Torcida)
Áudio: Sonido