Yasmine McDougall Sterea lança consultoria estratégica FF Change

A FF Change, desenvolvida por Yasmine McDougall Sterea, chega ao mercado para atuar como consultoria estratégica e estúdio criativo para auxiliar empresas que buscam ser mais inclusivas, se reposicionar no mercado como agentes de transformação e ter discursos e atitudes que verdadeiramente promovam um impacto social.

O grande diferencial da empresa é a metodologia desenvolvida por Yasmine e seu know-how em construir imagens que transmitem os verdadeiros valores da marca. O trabalho terá como foco a criação dessa imagem através de estratégias de posicionamento e ações alinhadas para concretizar esse posicionamento de forma consistente.

A CEO, Yasmine, atuou por 12 anos no mercado editorial e publicitário (nacional e internacional). Já trabalhou com grandes marcas como Pantene, Claro, Riachuelo, Animale, O Boticário, Uniqlo, Vogue, entre outras. Como fundadora e CEO do Free Free, plataforma e Instituto que atuam por um mundo onde meninas e mulheres possam alcançar a liberdade física, a saúde emocional e a independência financeira, foi responsável pela realização de palestras, workshops e projetos, que em apenas 2 anos impactaram 8 mil pessoas diretamente e mais de 150 mil indiretamente, ao lado de marcas como Riachuelo, eQlibri, Pantys, Unilever, entre outras.

“Queremos unir as expertises dos anos trabalhados com grandes empresas, entre campanhas e capas de revista com grandes nomes, como Rihanna e Kim Kardashian (que são marcas por si só) com o impacto social do Free Free, e usar essa experiência para trazer transformações reais no mundo corporativo”, diz a CEO.

A FF Change oferece os instrumentos para apoiar negócios e inseri-los na missão por mais equidade de gênero, lideranças femininas, inclusão e representatividade em ações, campanhas e nos ambientes de trabalho.

“Uma sociedade só se transforma quando todos fazem parte da mudança. Há muitas empresas querendo ser mais ativas socialmente e ter um posicionamento mais claro de seus valores, mas não sabem qual é o primeiro passo para fazer isso acontecer. Nós chegamos para trazer nossas melhores ideias para juntos chegarmos ainda mais longe”, complementa.

Além de fazer parte de um movimento por um mundo corporativo melhor e mais justo, o retorno positivo também se expressa através de resultados financeiros. Um estudo desenvolvido pela McKinsey & Company demonstra que empresas com mais diversidade étnica têm um retorno financeiro 35% maior e, com diversidade de gênero, 15%. No próprio cenário da pandemia, as empresas que mais se destacaram foram as que promoveram ações sociais.