Nissan faz parceria com o serviço de compartilhamento de elétricos vec Itaú

Como mais um passo dentro do seu projeto de eletrificação no Brasil a Nissan vai apoiar o serviço de compartilhamento de veículos elétricos vec Itaú. A marca japonesa já comercializa o Nissan LEAF, mas busca ir além, desenvolvendo esta nova cultura de mobilidade em solo nacional por meio de ações e projetos que incentivem o uso e apoiem o estudo da tecnologia e de soluções ligadas aos automóveis elétricos, por isso, considera uma proposta positiva esta solução de mobilidade urbana do Itaú Unibanco.

A Nissan vai participar do projeto, que está em fase piloto com colaboradores do banco e tem expectativa de ser ampliado e contar com mais veículos e estações disponíveis a partir do segundo semestre de 2021, exatamente com seu carro 100% elétrico, o Nissan LEAF. Desta forma, mais pessoas poderão conhecer e experimentar a revolução dos automóveis elétricos conduzindo um modelo que já tem mais de 500 mil unidades vendidas em todo o mundo.

Assim como já acontece com o consolidado serviço Bike Itaú, a nova solução em mobilidade urbana do vec Itaú permitirá que usuários desbloqueiem os carros em estações diretamente pelo celular, podendo devolvê-los na mesma ou em outra estação de carregamento.

“Esta parceria é mais um passo de nosso projeto de eletrificação no Brasil. Começamos em 2012 com um projeto piloto com uma frota experimental de táxis no Rio e em São Paulo até evoluirmos para o início da comercialização da nova geração do Nissan LEAF em 2019. Como a melhor maneira de entender e desmistificar mitos do carro elétrico é usando ele no dia a dia, buscamos sempre oportunidades para permitir que mais brasileiros experimentem o nosso Nissan LEAF”, explica Tiago Castro, Diretor Sênior de Vendas e Marketing da Nissan do Brasil.

“Com o avanço do vec Itaú, estamos colocando nossa expertise financeira a serviço das pessoas. Para viabilizar o serviço, estamos utilizando modelos de negócio em que contamos com parcerias estratégicas com empresas especializadas em diferentes vertentes do ecossistema de mobilidade, como montadoras e locadoras, além de empresas de energia e de tecnologia, com o objetivo de oferecer a melhor experiência de locomoção para as pessoas. Neste contexto, é com muita alegria que vemos a chegada da Nissan para impulsionar ainda mais o conceito de compartilhamento de veículos elétricos no Brasil”, afirma Rodnei Bernardino de Souza, diretor do Itaú Unibanco.

A Nissan busca incentivar a difusão, as pesquisas e o desenvolvimento do ciclo de vida completo do carro elétrico no Brasil. Tanto que vem desenvolvendo parcerias locais para o estudo, a viabilidade e a criação de tecnologias e infraestrutura com foco na mobilidade elétrica. No campo da desmistificação dos mitos sobre a mobilidade elétrica, em novembro de 2020, a empresa japonesa e a locadora Movida fecharam uma parceria para disponibilizar o Nissan LEAF para o aluguel tanto para clientes pessoa física quanto jurídica, desde o aluguel eventual até o de longo prazo.

Na área da pesquisa e democratização do conhecimento, desde 2018, por exemplo, a fabricante de veículos tem uma parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com o objetivo de estudar soluções para o futuro das baterias usadas de veículos elétricos. No projeto mais recente desta parceria, estão sendo testadas baterias de segunda vida do Nissan LEAF para armazenar energia de postes de luz equipados com painel solar fotovoltaico. Eles são alimentados por uma combinação de painéis solares no topo e baterias do veículo elétrico na base.

Já uma parceria com o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI) e o Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação (ITAI) tem como foco o desenvolvimento nacional de carregadores bidirecionais para veículos elétricos. Esses carregadores criam um novo ecossistema fazendo com que os carros funcionem como uma solução para compartilhamento de energia com a casa do consumidor, edifícios comerciais e a rede. A Nissan também desenvolve estudos com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) para o desenvolvimento tecnológico do uso do bioetanol para veículos movidos à Célula de Combustível.

O modelo 100% elétrico da Nissan já tem mais de 500 mil unidades vendidas em todo o mundo. A atual geração, a segunda do modelo, é comercializada no Brasil desde 2019. Seguindo o conceito da visão Nissan Intelligent Mobility, e graças à excelente autonomia e a sistemas inovadores, o Nissan LEAF fortalece o sucesso da Nissan em veículos elétricos e promove a expansão do segmento globalmente. O modelo é produzido em três países, de três continentes diferentes, e é comercializado em mais de 50 mercados pelo mundo.