BLACK PRINCESS lança primeira cerveja feita só por mulheres

O Grupo Petrópolis apresenta a sua primeira cerveja feita só por mulheres. Parte da família da marca Black Princess, nasce a FemAle, uma Strong Golden Ale feita por mulheres, da brassagem ao envase. Esse lançamento marca a consolidação de um importante pilar da marca Black Princess – a valorização feminina em todas as esferas, o apoio constante pela equidade de gêneros e no combate à violência contra a mulher. Toda a renda obtida com a venda do primeiro lote do rótulo será revertida para a ONG Tamo Juntas, organização social composta por mulheres que prestam assessoria multidisciplinar (jurídica, psicológica, social e pedagógica) gratuita para mulheres em situação de violência (www.tamojuntas.org.br)

“A violência contra as mulheres é uma questão urgente em nosso país que tem exigido uma postura comprometida para o enfrentamento por parte do Estado e da sociedade. No ano passado, a cada um minuto foi feita uma ligação para o 180, canal de atendimento que registra denúncias de violência contra as mulheres. A ‘Tamo Juntas’ é uma organização feminista que oferece assessoria multidisciplinar gratuita para mulheres em situação de violência e vulnerabilidade social. A Organização atua no combate à violência de gênero e no fortalecimento das mulheres buscando oferecer suporte qualificado para que possam acessar à justiça e serviços de proteção. Estamos felizes em ver a Black Princess abraçando essa causa, sobretudo com uma cerveja que fortalece e prioriza as mulheres em todo processo”, comenta Maria Letícia Dias Ferreira, presidente da organização sem fins lucrativos.

A receita da FemAle, de escola belga, foi desenvolvida tendo à frente duas mestres-cervejeiras do grupo: Keilane Poltronieri e Liane Bemme. Keilane é engenheira de Alimentos e entrou no Grupo Petrópolis em 2014 como trainee de Controle de Qualidade. Aprendeu a trabalhar em todas as áreas do Industrial e, em 2018, foi para Blumenau fazer o curso de Cervejeira Técnica (foi parte da primeira dupla de mulheres cervejeiras formadas pelo Grupo Petrópolis).  Após se formar, voltou para a unidade de Petrópolis em 2019 e assumiu o cargo de Coordenadora de Processos, em que lidera toda equipe do Processo da Unidade de Petrópolis.

Formada em Engenharia de Alimentos, Liane Bemme conheceu o GP e o mundo de cerveja por meio do processo de trainee. Iniciou sua carreira na área de qualidade, mas o encanto pelo chão de fábrica não demorou a acontecer. Se formou Sommelier de Cervejas e Cervejeira Técnica. Fez parte da primeira dupla de mulheres cervejeiras formadas pelo Grupo Petrópolis. Liane criou raízes em meio a operação e tem muito orgulho de ter sido parte desse importante marco. A satisfação aumenta ao ver que hoje, sete anos depois, nasce a Strong Golden FemAle!

Todas as mulheres do time da marca Black Princess estiveram à frente do projeto, desde a concepção. O rótulo foi desenhado pela ilustradora Tami Lemos, criadora do movimento Crie como uma Garota, e traz referências à força feminina, ao empoderamento e ao combate à violência contra a mulher. O número 180 do disque denúncia contra a violência feminina também está em evidência no rótulo.

Também participaram do desenvolvimento desse rótulo as cervejeiras Elizabeth Bogenia e Fidelcina Moreira, as trainees da área Industrial Bruna de Mello Tristão e Nathália Santos de Assis e a Especialista Sensorial e Sommelier Ana Paula Nicolino.