Produtora JungleBee chega ao mercado e investe em realidade estendida

A JungleBee, produtora focada em realidade estendida de Marcos Nisti (Alana Lab), Rawlinson Terrabuio (Beenoculus) e Tadeu Jungle (Academia de Filmes) que há cerca de três anos trabalham em parceria com projetos de diferentes tecnologias, chega ao mercado.

Com a proposta de conjugar a expertise dos sócios, que atuam respectivamente nas áreas de inovação audiovisual, tecnologia e produção de conteúdo, a procura chega para ajudar o mercado a entender as inúmeras possibilidades da realidade estendida.

“O mercado brasileiro é extremamente criativo, e merece estar entre os grandes produtores de conteúdo nessa área. A eXtendend Reality em pouco tempo será capaz de ressignificar até mesmo os hábitos mais tradicionais, como os de lazer e educação” declara Tadeu Jungle, produtor e diretor do primeiro documentário em VR a ser apresentado em um festival de cinema no Brasil.

A JungleBee espera alavancar negócios e criar novos cenários para o entretenimento, educação, saúde, publicidade, comunicação, terceiro setor, entre outras áreas. “A realidade estendida nos possibilita abrir a imaginação para novos negócios, novas profissões, novas formas de aprendizado, além de agir também como transformador social”, afirma Marcos Nisti, CEO do Instituto Alana e co-fundador da Maria Farinha Filmes. A JungleBee vê nas agências, empresas e instituições do terceiro setor o principal canal para a produção de conteúdo, criando, co-criando, encantando e levando as pessoas a descobrirem um lugar novo e espetacular.

“O conceito de realidade estendida é bem amplo, porque engloba tecnologias que permitem a imersão de uma forma nunca antes vista.” afirma Rawlinson Terrabuio, estrategista-chefe da Beenoculus e sócio da JungleBee.