Manu Gavassi e Gabriel Dietrich, da O2, dirigem novo videoclipe

O videoclipe, filmado em película 35 milímetros (usado nas primeiras experiências do cinema), tem como cenário o incrível Real Gabinete Português de Leitura, biblioteca localizada no centro do Rio de Janeiro.

“Conduzi toda a gravação, os planos de filmagem, comprei a ideia de filmar em 35 milímetros junto com produção e a Manu amou. É algo que remete ao cinema e dá um toque muito especial para o clipe, um efeito meio analógico ao mesmo tempo elegante, dá uma sofisticação na simplicidade. Uma sutileza refinada e chique nas escolhas”, explica o diretor da O2, que já foi indicado ao Grammy Latino.

É a primeira vez que a artista de fato está dançando em um clipe, com movimentos desenhados. “Deixamos planos longos de coreografia e o filme termina com a Manu encontrando um livro, o desfecho é mágico. Tem que assistir”, antecipa Dietrich.

Nas imagens, Manu aparece coreografando ao lado de quatro bailarinos, e após a queda de uma cortina, são reveladas as grandiosas estantes de livros em meio a uma orquestra comandada pelo maestro Lucas Lima. Para completar o time de músicos, Lucas Silveira aparece na guitarra, DJ Larinhx e Davidson Ilarindo na bateria.

“A Manu e eu temos uma sinergia muito boa, temos uma troca muito especial. Trabalhamos muito bem juntos a parte criativa. Ela diz: “nossa, a gente pensa igual! O clipe de ´sub.ver.si.va´ foi, de certa forma, muito fácil de fazer por conta disso, pela confiança mútua. Nós assinamos a co-direção do clipe, a Manu sempre teve uma ideia muito clara de filmar em uma biblioteca, de ser uma celebração”, avalia o diretor.

Gabriel já desenvolveu inúmeros projetos para as áreas de animação, pós-produção, design e sound design. Junto com os irmãos Inoue dirigiu o videoclipe da música “Etérea” do rapper Criolo que, além de várias participações em festivais, foi indicado ao Grammy Latino 2019 na categoria Melhor Canção em Português.