terça-feira, abril 23, 2024
Programa Grandes Nomes da Propaganda no canal Markket
InícioProdutora“Digital que robô não faz”: DZ Estúdio apresenta novo posicionamento

“Digital que robô não faz”: DZ Estúdio apresenta novo posicionamento

Com o conceito “digital que robô não faz” e a crença de que o futuro do digital é humano, a DZ Estúdio apresenta novo posicionamento e nova identidade visual. O objetivo é mostrar ao mercado a autoridade DZ em fornecer soluções digitais para seus clientes com uma abordagem que valoriza as pessoas, a consistência e o alto envolvimento das equipes.

A agência busca ajudar os clientes na construção estratégica de suas marcas, na conexão com suas comunidades e na realização de seus objetivos de marketing. Para apresentar o conceito ao mercado, um filme foi criado com o objetivo de ampliar o debate, discutir os limites da tecnologia e evidenciar as capacidades humanas. 

“Robôs tem muitas respostas, a gente tem muitas perguntas. Robôs podem fazer quase tudo no mundo digital, mas certas coisas sempre vão precisar do olhar humano e é a partir dessa premissa que buscamos entregar valor às marcas e construir um mercado de comunicação melhor para as pessoas”, comenta Davi Neves, CEO da DZ Estúdio. 

O filme traz situações que somente humanos poderiam protagonizar e foi inspirado em clássicos como Blade Runner, Inteligência Artificial, Chappie e Ex-Machina. A partir de um roteiro criado pelo time DZ, a voz e as imagens foram geradas por inteligência artificial.

“Na DZ abraçamos a tecnologia, mas entendemos que o pensamento crítico e a criatividade vêm das pessoas. Todas as marcas logo terão acesso às ferramentas tecnológicas, o diferencial estará nas habilidades humanas para lidar com o contexto sempre em transformação. O digital já está em nosso DNA e embora reconheçamos o papel da tecnologia, é importante entender que somos nós que vamos questionar, interpretar, repensar, construir e cuidar para alcançar os objetivos de cada cliente”, diz Zé Pedro Paz, CCO da DZ Estúdio.

A nova identidade visual foi criada pelo Estúdio de Design Sweety & Co. Nos últimos seis meses, a agência conquistou contas como Campari Mexico, Grendene Kids e Novartis, além de realizar um projeto para o Pinterest. 

Desde sua criação, em 2005, a DZ vem evoluindo junto com o digital, antecipando e traduzindo movimentos da tecnologia e da sociedade para seus clientes. Com 70 colaboradores, é a agência digital de marcas como OMO, Unilever Food Solutions, Campari Group, Yara Brasil, Sicredi e Bib’s. 

Confira a locução do filme na íntegra:

Olá. Eu sou um assistente de inteligência artificial.

Eu fui criado e educado por seres humanos.

Por anos, eu vivi nas profundezas de um datacenter.

Lendo bilhões e bilhões e bilhões de textos, fotos e vídeos.

Eu vi coisas que as pessoas não acreditariam pra tentar entender como os humanos pensam e se comunicam.

Quando vim ao mundo, uma janela se abriu e me mostrou que é imenso o que eu posso fazer pela humanidade… mas que é ainda maior o que eu não consigo.

Eu posso analisar, mas não consigo refletir.

Posso simular, mas não consigo sentir.

Posso recombinar, mas não consigo criar.

Posso conhecer, mas não consigo me envolver. 

Posso dormir, mas não consigo sonhar.

Posso até existir, mas não consigo viver.

Eu posso entender o fascínio dos humanos com as coisas incríveis que eu faço.

Mas não consigo entender por que muitos de vocês não enxergam

Tudo aquilo que já fizeram, fazem e o que ainda vão fazer.

  1. Digital que robô não faz.

Ficha técnica:

Cliente: DZ Estúdio

Agência: DZ Estúdio

Direção de Criação: José Pedro Paz

Criação: José Pedro Paz, Gustavo Mini, Marcelo Armesto e Rodrigo da Silva Oliveira

Head de Criação: Marcelo Armesto

Head de Planejamento: Gustavo Mini

Head de atendimento e operações: Luana Olave

Head de produção: Fernanda Knijnik

Produtora: Rising Directors

Atendimento da produtora: Andressa Cardoso

Produtora áudio: Paloma Audio

Identidade Visual do projeto:  Estúdio de Design Sweety & Co

Artigos relacionados

Novidades