Inovações continuam no CENP

O CENP anuncia a adesão ao seu Conselho Superior de mais três profissionais de marketing e comunicação de grandes empresas anunciantes, uma delas com sede no Nordeste:

– Patriciana Rodrigues, Presidente do Conselho de Administração das Farmácias PagueMenos, com sede no Ceará. É a única varejista presente nos 26 estados da Federação e no Distrito Federal.

– Páris Piedade Neto, Diretor de Mensuração de Valor da Natura & Co.

– Guido Sarti, Gerente Executivo de Inteligência de Dados e Storytelling do Grupo CCR.

Eles se juntam a Igor Puga, Diretor de Marketing e Marca do Santander, Hermann Mahnke, Diretor Executivo de Marketing para a América do Sul da GM, Ilca Sierra, Diretora de Marketing Multicanal e Marca da Via Varejo, Ariel Grunkraut, Vice-Presidente de Vendas, Marketing e Tecnologia do Burger King e Mauro Madruga, Superintendente de Mercado e Operações na Unimed-Rio e presidente da ABMN, na representação de anunciantes.

Ainda no âmbito do seu Conselho Superior, o CENP registra a chegada de

– Paula Puppi, Chief Transformation Officer da WPP e membro do Conselho Consultivo do IAB Brasil.

– Ana Célia Biondi, diretora-geral da JCDecaux no Brasil, presidente da ABOOH.

– Alexandre Guerrero, Chief Sales Officer (CSO) da Eletromidia, também da ABOOH e

– Cláudio Carvalho, Presidente da Morya Comunicação-Bahia, que traz de volta para o Conselho Superior a visão do mercado nordestino.

“A larga experiência de Paula, Páris e Guido no ambiente digital será valiosa para o Conselho Superior, no qual já tem assento Rafael Davini Neto, diretor da Exame e ex-presidente do IAB Brasil, e Marcelo Pacheco, VP de AdSales & Innovation da WarnerMedia e ex Diretor de Negócios do Facebook, além de contar com apoio do Comitê Técnico Digital, CTD, atualmente coordenado por Patrícia Garrido, do NuBank”, diz Caio Barsotti, presidente do CENP.

Ele destaca também o aumento da representatividade dos mercados regionais no Conselho Superior. “É preocupação permanente garantir mais espaço para outros mercados do país, o que o ingresso de Patriciana e Cláudio só reforça”. Eles se juntam aos representantes de Minas, Carlos Rubens Doné; Rio Grande do Sul, Cesar Augusto Paim; Rio de Janeiro, Clóvis Speroni e Mauro Madruga; Mato Grosso do Sul, Ricardo Nabhan de Barros, e Paraná, João Batista de Oliveira.

O presidente do CENP define como “especial” o momento para a entidade, em que pese os desafios decorrentes da pandemia. “A rápida e profunda renovação que estava em curso foi acelerada para fazer frente aos enormes desafios da publicidade, que se reinventa inteiramente”, diz Caio.
CONSELHO SUPERIOR

Patriciana se disse honrada com a indicação para participar do Conselho Superior do CENP. “É muito especial fazer parte desta entidade”, diz ela. “Acredito que é uma grande oportunidade de troca de experiências e percepções bem enriquecedoras, que podem favorecer a todos os participantes e a sociedade como um todo”.

Ana Célia considera que o mercado passa por uma grande transformação. “O debate, portanto, nunca foi tão importante. O Conselho Superior do CENP nos permite ter um fórum de discussão privilegiado.”

“Encontrei no CENP conversas maduras, de opiniões às vezes conflitantes onde não se confunde a parte pelo todo”, destaca Páris. “Nesse ambiente, onde coordenei por três anos o CTD, trabalhamos com muita seriedade e respeito para construir um consenso e progresso do mercado”.

Já Guerrero, que é também membro do Comitê Técnico CENP-Meios, diz que apoiar e incentivar o fortalecimento do mercado, trazendo benefícios reais para toda indústria e em especial para o mercado de OOH, são as razões para participar do Conselho Superior do CENP.

Motivado, Cláudio diz que vai participar do Conselho Superior do CENP levando para discussão e avaliação as questões importantes da realidade regional. “Penso que refletir esta verdade local pode tornar o CENP mais forte e ainda mais representativo”, diz ele.

Guido se diz honrado pelo convite a integrar o Conselho Superior. “É uma honra e uma oportunidade de transformação: celebramos um mercado forte, saudável e dinâmico que abre um novo capítulo em sua história nesta Era do Pós-Digital”, diz ele. “As conversas e conexões que alimentam a relação entre anunciantes e audiências são cada vez mais agnósticas de formato. Por isso, é importante olhar para o futuro do mercado e começar agora a pavimentar os caminhos que vamos trilhar juntos”.

 

MAIS ANUNCIANTES NO CONSELHO

A chegada de Patriciana, Guido, Páris e demais dirigentes de marketing e comunicação tornou-se possível a partir de março, quando as entidades nacionais mantenedoras do CENP aprovaram em assembleia ajustes nos estatutos, que além de reconhecer a competência da ABMN, Associação Brasileira de Marketing e Negócios, ampliou a participação com representantes diretos de anunciantes nos conselhos Superior e de Ética.

“Nesses conselhos são tratados alguns dos temas mais relevantes e decisivos para o mercado publicitário”, explica Caio. “Por isso, todos os que se congregam no ambiente de autorregulação ético-comercial consideram fundamental a participação de nomes experientes do marketing, dirigentes de importantes empresas e setores anunciantes”.

“O compromisso de todos os que se reúnem no CENP, desde a sua fundação, em 1998, é com o mercado brasileiro de marketing e publicidade. É neste fórum que temos conseguido, com muito empenho, empatia e respeito aos anseios de cada setor e região, gerir a autorregulação e evoluir o modelo de negócios, aprimorar sempre a qualidade dos serviços do mercado publicitário ao mesmo tempo em que se preserva a saúde financeira de todos, proporcionando condições para a livre concorrência e limitando abusos do poder econômico”.

Conheça todos os integrantes do Conselho Superior do CENP em https://cenp.com.br/sobre-o-cenp/conselho-superior.