TIM e BETC HAVAS amplificam vozes negras em nova campanha

A poetry slam surgiu em Chicago, como uma competição de poesia falada que traz críticas sociais, como racismo, homofobia e violência, para debate. No Brasil, o campeonato só chegou em 2008. As batalhas de Slam representam não somente um acontecimento cultural, mas, também, um grito de resistência nas zonas periféricas das cidades. E em celebração ao mês da Consciência Negra, a TIM traz esse movimento para um projeto que visa amplificar vozes negras, lideradas pelo cantor Xamã.A estratégia de comunicação traz uma série de seis vídeos de diferentes poetas de slam nas redes sociais da TIM, resultando em um lyric vídeo, que foi lançado no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra. Para isso, foram escolhidos seis artistas negros, com auxílio da curadoria da Virgula, agência criativa que auxilia marcas e agências a construir campanhas e ações voltadas para diversidade e inclusão, para gravar vídeos com poesias faladas de até 30 segundos, postados nas contas do Instagram e Facebook da operadora. Cada vídeo é introduzido pelo rapper Xamã, host da campanha, contextualizando sobre o tema que vem a seguir e apresentando o convidado do dia. Xamã também convidará os fãs em sua própria rede para acompanharem as batalhas.Com isso, a operadora busca dar mais visibilidade ao movimento, apoiando e trazendo reflexões ao tema, evidenciando a importância do engajamento de conteúdos para amplificar as vozes da comunidade negra na internet. O foco da ação é dar mais visibilidade ao movimento para discutir e refletir sobre essa realidade, por meio de versos.A estratégia também contou com um squad no Twitter para reverberar a campanha com comentários a cada nova batalha e influenciadores que divulgarão a ação em Stories. Além disso, no dia 18 de novembro, ocorreu outra edição do TIM Convida, com a presença da influenciadora Tia Má e dois dos artistas de slam que fizeram uma batalha ao vivo.Desde 2020, a TIM vem realizando uma série de iniciativas para apoiar uma sociedade cada vez mais igualitária e menos discriminatória. Em sinergia com o lançamento do Teclado Consciente, no ano passado, que alerta sobre o uso de palavras e expressões racistas e preconceituosas, contribuindo para disseminação de mais conhecimento à população, agora a ideia é ‘batalhar’, também com o uso de palavras, para jogar luz sobre temas e causas urgentes a serem debatidas.Lyric video TIM para o Dia da Consciência NegraO lyric video é o resultado de um compilado de todas as batalhas que foram ao ar nas redes da TIM. No total, o filme conta com três minutos de versos de slam transformados em uma única música, produzida pelo próprio Xamã, com auxílio de trilha sonora e pós-produção. O vídeo do poeta responsável pela letra fica ao centro, enquanto ao fundo estão elementos da identidade visual da campanha.Em momentos selecionados da canção, os vídeos são intercalados com cartelas com lettering da letra da música e imagens que reforçam a mensagem que está sendo passada.

FICHA TÉCNICAAgência: BETC HAVASAnunciante: TIMProduto: InstitucionalCEO & CCO: Erh RayCBO: Marcos LacerdaVP de Criação: Alexandre Vilela (Xã)Diretor de Criação: Alexandre Vilela (Xã) e Alexandre FernandesCriação: Pedro Lenz e Bernardo RegoMarcas & Negócios: Flavia Braga, Bruno Lira, Fabiana Barros, Rharyin Moraes e Juliana FreitasEstratégia Social: Flavia Braga, Marília Cotrim e Mariana BessaConteúdo/Criação: Marília Cotrim, Mariana Bessa, Nicole Tomazi, Rodrigo Silva, Leonardo Almeida e Breno CibelliListening: Flavia Braga, Gustavo Ortiz e Caio LeãoProducers: Anna Ferraz, Caroline Reis e Vini GonçalvesVirgula: Fred Soares e Matheus Melgaço