W+K cria para Articulação dos Povos Indígenas do Brasil

Apesar de serem um dos grupos prioritários da campanha nacional de vacinação contra o coronavírus, muitos indígenas não estão entrando na fila da imunização. O problema é que uma epidemia de notícias falsas tem provocado a resistência dos povos indígenas e, consequentemente, um resultado desastroso para a preservação da vida, conforme relatado na BBC e no El País.

Para combater o impacto negativo das fake news na imunização dos indígenas, a APIB, uma associação de entidades que representam os povos indígenas do Brasil, estreia hoje uma campanha que reforça a importância da vacinação e a necessidade de combatermos notícias falsas como se fossem uma doença. Após um ano de pandemia, de acordo com dados do Comitê Nacional pela Vida e Memória Indígena da APIB, 46.508 indígenas foram contaminados e 929 faleceram em decorrência da Covid-19, afetando diretamente 161 povos em todo país.

Veja: