Lew’Lara\TBWA reúne influenciadores em evento sobre cultura e mercado

Mesa Wacko World com participação de Bruno Galan (@memeriagourmet), Leandro Rafe (Choque de Cultura), Edilamar Galvão (@dilagalvao, pesquisadora de arte, tecnologia e cultura digital) e Gabriel Sukita (BuzzFeed).

Uma manhã de muito bate-papo, informação e tendências: assim foi o evento “Chama na Cultura,@” realizado, pela agência Lew’Lara\TBWA. O evento, no Museu do Futebol, contou com a participação de influenciadores e comunicadores, como @leandrorafe, do programa Choque de Cultura; Bruno Galan, da @memeriagourmet; e Gabriel Sukita, @sukitabr, do BuzzFeed.

A programação trouxe temas super atuais, reforçando o posicionamento da Lew’Lara\TBWA em colocar as marcas na velocidade da cultura. “Todas as atividades foram pensadas para trazermos muita inovação aos convidados”, conta a CSO da agência, Renata Serafim. “Foi uma manhã repleta de conteúdo, com debates muito relevantes para o mercado. Buscamos assuntos que, embora presentes no nosso cotidiano, são pouco discutidos a fundo”.

A própria executiva abriu o evento com discussões sobre Queer Power, movimento que busca dar visibilidade e aceitação a todas as formas de gênero e sexualidade. Em seguida, emendou uma conversa sobre Cancel Culture, boicote que ocorre quando influenciadores ou celebridades perdem seguidores nas redes sociais, normalmente após declarações polêmicas ou atitudes controversas.

Em seguida foi a vez do painel sobre Zero Out em que Luciana Mussato, diretora de estratégia, falou sobre a tendência de simplesmente não fazer nada em um mundo repleto de estímulos. Subiram ao palco @luizavoll e @daniarrais do estúdio de criação @Contente.vc (28k), trazendo para a conversa seu projeto #ainternetqueagentequer, que tem o objetivo de gerar reflexões sobre o uso da internet nas nossas vidas.

A manhã contou ainda com uma conversa com o artista de rua Walter Nomura, @tinho23sp, sobre Post Taste, apresentado por Fabrício Natoli, diretor de estratégia. As novas estéticas que têm surgido para subverter o padrão reproduzido nas redes sociais. Mostra que aquilo que você julga esquisito, estranho, e muitas vezes feio, pode ser cool, e posteriormente virar mainstream.

Por fim, a mesa Wacko World, encerrou a manhã, com a participação de Bruno Galan (@memeriagourmet), Leandro Rafe (Choque de Cultura), Edilamar Galvão (@dilagalvao, pesquisadora de arte, tecnologia e cultura digital) e Gabriel Sukita (BuzzFeed). Mediados por Renata Serafim, os participantes falaram sobre como o absurdo e o inexplicável têm ganhado espaço no marketing e na moda.