Campanha em Mídia Exterior da TIF e Outdoormídia foca no social e em pequenos negócios durante quarentena

Em momentos de crise, o brasileiro precisa de criatividade e solidariedade. Em diversos sentidos, a frase se aplica na nova ação em Mídia Exterior da TIF e Outdoormídia: 36 painéis digitais foram dispostos sobre diferentes pontos de Curitiba e região metropolitana, com mensagens estimulando o consumo junto aos que devem ser os primeiros afetados pela crise, os micro e pequenos empresários do setor de serviços. A mensagem é clara: se cada um falar um pouco, juntos fazemos muito.

Para isso, conta o diretor criativo estratégico da TIF, Thiago Biazetto, foram produzidas duas peças-chave na campanha. “Faz parte do nosso dia a dia e do nosso trabalho dedicar a nossa criatividade às causas mais relevantes”, afirma. “Em um momento como esse, temos que pensar no todo, não só nos grandes players. Essa ação, mais do que um gesto com a Outdoormídia, é uma forma de estimular, também, que outros repitam nossas ações. Assim, teremos muito mais força para sair da crise”.

Os outdoors, em pouco mais de duas semanas, já tiveram uma audiência significativa, conforme atesta o diretor-superintendente da Outdoormídia, Halisson Pontarolla. “É sempre oportuno quando podemos unir o poder criativo aos insights com senso de responsabilidade social”, diz. “Os nossos sensores nos painéis digitais captaram uma audiência, em 18 dias, de 4,7 milhões de personas, e 13 milhões de impactos. Ou seja, aproximadamente três impactos por pessoa”.

Não é a primeira vez que a agência trabalha com ações que buscam conscientizar o público. Amigos do HC e Futebol de Rua são algumas das ONGs que já tiveram campanhas assinadas pela TIF.

Continuidade na ação

Com previsão de duração de 30 dias, a campanha em Mídia Exterior deve prosseguir com outras iniciativas solidárias, em breve. Pontarolla afirma que a ideia é estimular, dentro dos bairros, influenciadores de comércios. Desta forma, os painéis digitais irão, durante a crise, promover de forma gratuita negócios escolhidos por sorteio. “É uma forma de auxiliar a retomada, após esse período recessivo. E contamos com a TIF para esses projetos, também”, diz.