Café Royal anuncia parceria internacional com a produtora 20/20 Films

A Café Royal <http://caferoyal.art.br/> , produtora que conta um time de produtores e diretores criadores de cinema, séries, teatro, publicidade, branded content e artes visuais, completa três anos em abril de 2022 e anuncia uma parceria internacional com a produtora argentina 20/20 Films <https://2020films.tv/> . A sociedade reforça o objetivo em comum que as duas produtoras possuem em permitir um intercâmbio cultural e de talentos, trazendo para seus projetos e para o mercado um olhar mais aprofundado, inovador, global e atual. A Café Royal representará, com exclusividade, o diretor Marcelo Burgos (20/20 Films) no Brasil.Marcelo começou sua carreira profissional como Criativo em Publicidade na Ogilvy Buenos Aires e depois trabalhou em agências como Young & Rubicam, BDDP Mancebo Kaye, Vega Olmos Ponce e Remo. Mais tarde, destacou-se como Diretor em várias produtoras e como diretor independente. Ao longo de sua carreira de mais de 30 anos, ele foi reconhecido com nove Leões de Cannes, bem como dezenas de outros prêmios internacionais por seu trabalho publicitário. Ele é o autor e ilustrador de “Mitomanía” e “Malvivant” e suas litografias, gravuras e esculturas foram exibidas em galerias de todo o mundo. É um artista multidisciplinar que desenvolve o seu trabalho com um denominador comum: o de “criar histórias”, seja no campo da escultura, gravura, direção cinematográfica ou design. A sua obra tem sempre um elemento narrativo subjacente, uma anedota ou uma memória de infância, de onde partem todas as obras e criações.“Nos últimos 10 anos eu trabalhei no Brasil algumas vezes, também filmando para companhias de fora, como EUA. Depois de ter trabalhado com tantas agências no país e de ter conhecido a cultura brasileira, eu nunca quis perder a minha conexão com o Brasil. Desde então, estive procurando por um parceiro que topasse esse intercâmbio cultural e a Café Royal nos recebeu de braços abertos. Estamos muito felizes!”, afirma Marcelo.“Representar o Marcelo Burgos aqui no Brasil é uma tarefa que recebemos com muito carinho. Acreditamos na força de contribuir com o mercado local, trazendo talentos que têm linguagens diferentes, de outros países. Essas parcerias são muito importantes, pudemos observar isso na nossa parceria com a produtora portuguesa Bro, por exemplo, com quem nós co-produzimos alguns dos nossos projetos em conteúdo. Além disso, a chegada do Marcelo está em linha com um dos nossos maiores objetivos aqui na Café:  contar histórias que se comuniquem, transformem e emocionem”, diz Moa Ramalho, sócio da Café Royal.Ao comentar sobre a parceria, Marcelo também levanta a questão da importância da televisão em países como Brasil e Argentina. “Aqui na Espanha, onde vivo hoje, as pessoas não prestam tanta atenção na publicidade. Já em países como Argentina e Brasil, a televisão costuma ser o principal meio de entretenimento e a publicidade faz parte desse entretenimento. Eu comecei a dirigir filmes aqui na Espanha, mas eu aprendi a fazer acontecer na Argentina”.Quando o assunto é processo de direção e referências pessoais, o diretor, que carrega muita expertise no mercado da publicidade, é mais direto. “Não usar referências pode parecer arrogante, mas a questão é que, se eu tenho que filmar algo, quero passar a minha visão sobre aquilo. Se eu filmo uma corrida de carros, por exemplo, quero sentar e desenhar o que vou filmar, faz parte do meu processo”, comenta.