A-Gandaia comemora 3 anos e anuncia novidades

A produtora de áudio A-Gandaia comemora 3 anos de existência e persistência nas produções para o mercado publicitário nacional e internacional. Idealizada por Pedro Turra, produtor musical com carreira internacional de sucesso e Samira Tortelli, formada e pós graduada em Ciências Contábeis é hoje uma das mais prestigiadas produtoras de áudio no cenário audiovisual no Brasil.

Da carreira internacional até a criação da A-Gandaia

O caminho para chegar até esse momento especial da A-Gandaia é uma imersão no projeto de vida e profissional do Pedro e da Samira, sua esposa. Em 2003 ao lado de dois amigos Pedro abre a produtora Scratch Studios, em 2006 Samira passa a fazer parte da equipe, e com sua experiência no mercado financeiro se torna responsável pelo gerenciamento da empresa, ele e os parceiros no atendimento e produção dos trabalhos. Nessa mesma época, Pedro começa a se dedicar a sua carreira artística com apresentações no formato live-act de seu projeto de música eletrônica chamado Click Box com turnês ao redor do mundo. Com o sucesso da empreitada vai em 2008 morar em Berlin, por 5 anos, onde começa a integrar o casting de artistas da gravadora Minus, um dos principais selos de musica eletrônica do mundo comandada pela renomado artista Richie Hawtin.

Em 2010, Pedro encerra a Scratch Studios, pela sobrecarga em conciliar a agenda profissional e a administração da empresa. Então, por curiosidade, começa a pesquisar intensamente o mercado de áudio na Europa para conhecer o processo de trabalho e produção. De bate e pronto, notou um diferencial que seria a tônica na concepção da A-Gandaia. “Nas visitas às produtoras, notei a constância de equipe enxutas, com várias empresas operando juntas em um mesmo projeto o que é bem incomum no Brasil, vendo isso acontecer assim, nasce a ideia de uma futura produtora com o mesmo conceito”, afirma Pedro.

Nasce A-Gandaia

No regresso ao Brasil em sociedade com Samira Tortelli, criam o embrião da A-Gandaia, ainda sem esse nome, atendendo poucos clientes, a princípio com apenas dois funcionários, zero de prospecção e bons resultados. “Era um teste do que estava por vir, às vezes até trabalhando em conjunto com outras produtoras maiores dependendo do tamanho do projeto que chegava até nós”, relembra Pedro. Foi o momento de experimentar colocar em prática o aprendizado internacional. A operação precisou ser interrompida por um ano em função de um acidente que Pedro sofreu.

Oficialmente em 2018,  com Pedro já recuperado e ao lado de Samira iniciam as operações da A-Gandaia. “Decidimos nos posicionar da forma como vimos tudo acontecer lá fora, de uma maneira mais simples, eficaz, enxuta e com especialistas em cada uma das suas áreas, mas que iríamos explorar ainda mais, trazer para a equipe pessoas de diferentes skils, fragmentar o trabalho o máximo possível entre diferentes empresas e/ou pessoas, quando possível. A finalidade era produzir, coordenar e orquestrar, ao invés de focar somente no som, trabalhar diferente, focar na inteligência empresarial acima de tudo, essa era nossa ideia, pois quando vimos isso acontecendo fora do Brasil causava estranhamento, mas nos mostrava um novo caminho” conta Pedro.  E conclui, “o maior desafio era convencer os clientes de que esse modelo de negócios e produção tinha tudo para dar certo”, em poucos meses, a produtora já estava consideravelmente bem, dentro dos players do mercado.

Inovação, Crescimento e Diversificação

O ano seguinte foi de crescimento, posicionamento e reconhecimento do mercado publicitário, dobraram de tamanho e com isso veio a ampliação de mais salas na A-Gandaia e contratação de mais profissionais. Nesse momento, nova diversificação abrindo um braço interno da A-Gandaia de produção fonográfica, e em sociedade com amigos, a Pod360, primeiro hub de podcasts profissionais no Brasil. E Pedro explica que “a marca da Pod360 é a inovação nas entregas, tais como produção de áudio 8D com técnicas de VR dentro do podcast”, técnica trazida por ele, “e logo com isso,  a produção da primeira série de ficção em áudio no formato podcast mixada e finalizada em Áudio 8D no Brasil”. A parceria de sociedade foi encerrada no início deste ano mas ambas empresas ainda mantém uma parceria comercial entre elas.

O ano de 2019 também foi marcado pela parceria de trabalho da A-Gandaia, com e entre outros estúdios, principalmente fonográfico, e por consequência com um dos maiores escritórios de direitos autorais do Brasil. “Com isso, nosso departamento jurídico foi internalizado e passou a cuidar de toda parte de licenciamento de direitos autorais e conexos junto das editoras e gravadoras, assim como toda parte de expedição dos alvarás, etc, tudo isso dentro de casa, diminuindo o tempo dos processos burocráticos, trazendo maior facilidade e agilidade aos nossos clientes, nasce o conceito “One Stop Shop” da A-Gandaia”, relata Samira Tortelli.

A-Gandaia na pandemia

Já  2020 trouxe a pandemia de covid-19 e o desafio de sobreviver, continuar a produção e manter o time de profissionais. Pedro avalia que a situação, assustadora no início, promoveu mais um novo Turn Point para colocar 100% em prática, o processo remoto e on-demand. Se é um caminho sem volta ainda está cedo para bater o martelo . “Trabalhar com pessoas plugadas em diferentes expertises, esteja onde estiver mas entregando de A a Z com personalidade musical e artística, dentro de cada peça e de cada job, não imaginávamos que o sonho do papel, graças a uma pandemia, viraria uma grande realidade, conseguimos fazer do limão uma doce limonada”

“Junto de tudo isso, também foi necessário passar por uma reestruturação da operação, mantendo nossa equipe interna, e também crescendo o número de talentos para mais de 10 produtores de diferentes estilos musicais, plugados, a estrutura remota trabalhando de diversos lugares e países, engenheiros e finalizadores nos mesmos moldes, cada um dentro da sua área de conforto, cada um no seu quadrado, além de mais 3 estúdios, produtoras e empresas parceiras que cuidam de grande parte das gravações e finalizações, tanto da parte fonográfica quanto para peças publicitarias, todos e todas plugados 24/7 na estrutura da A-Gandaia” completa Pedro.

Pedro Turra indica ainda que “esse Exchange de trazer pessoas do fonográfico pra dentro no nosso universo da publicidade, enriquece o trabalho e o torna mais musical, contamos ainda com uma micro-estrutura parceira em Berlin, que possibilita plugar artistas europeus no nosso dia a dia, mas nada disso seria possível sem a nossa equipe interna de coordenação e produção, que são os principais pilares que fazem a máquina toda girar”.

De olho no futuro e lançamentos

De olho no futuro e com todos os aprendizados dos 3 anos de atividade ininterrupta, as constantes reinvenções e adequações à nova realidade prospectam para a A-Gandaia trilhar parcerias com “grandes agências, clientes e grupos, trabalhando de maneira correta e justa, sempre proporcionando para o cliente uma solução artística, sem fórmulas e vícios, ao mesmo tempo musical, um processo de experiência leve, rápido e de forma eficaz. Tivemos o prazer de produzir áudio para marcas como: Adidas, Nike, Nissan, Fanta, Hering, FMU, Anhembi Morumbi, IES do grupo Laureate, Ambev, Crocs, Shopee, Facebook, Netflix, Google, Dell, GM, Construtora Tenda, C&A, Olympikus, entre outras” finaliza Pedro Turra.

E as novidades da A-Gandaia não param, os 3 anos de existência chegam presenteados com um projeto inédito desenvolvido através de um convite feito por João Lee, filho da Rita Lee, para o Pedro Turra junto com DJ Beto Cury para participarem de uma coletânea de remixes das obras da cantora que será lançado em breve (Rita Lee & Roberto – Classix Remix Vol. 2). “Essa coletânea é muito especial, grandes artistas, produtores e DJs da cena mundial”, comemora Pedro. Além do futuro lançamento, a produtora também passa a integrar o pool de produtoras da Apro+Som, nova associação das produtoras de som que reunirá as principais e mais ativas produtoras do mercado nacional.

A Apro+Som é resultado da reformulação da extinta Aprosom (Associação Brasileira de Produtores Fonográficos Publicitários da qual Pedro Turra foi o último presidente) e vem com o intuito de tonificar, ganhar força e trazer mais profissionalismo ao setor.