Exposição de Alphonse Mucha entra na reta final em São Paulo

Para quem não conferiu a exposição Alphonse Mucha: o legado da Art Nouveau, em cartaz no Centro Cultural Fiesp, em São Paulo, ainda é tempo. A mostra – que trouxe pela primeira vez ao Brasil os trabalhos do artista responsável por transformar a publicidade no mundo – chega a sua última quinzena.

Nascido em Ivančice, atual República Tcheca, Mucha (1860-1939) introduziu, ainda no século XIX, o conceito de arte publicitária. Ele foi, por exemplo, pioneiro na construção de padrões tipográficos e de gravura, estratégia que hoje é amplamente usada pelos artistas gráficos para criar mensagens visuais sobre os produtos anunciados.

Mucha também ajudou a popularizar as artes visuais em uma época em que o acesso às grandes obras se restringia ao público de museus e galerias. Por ser ligado à publicidade, suas ilustrações ganharam as ruas, conquistaram a admiração de pessoas de diferentes camadas sociais, e promoveram não apenas personalidades e marcas, como o seu próprio estilo, consagrado eternamente como o Estilo Mucha. Relatos da época contavam que a popularidade de seus cartazes era tanta que, não raramente, transeuntes recortavam os anúncios para emoldurá-los em casa.

Em cartaz até 26 de janeiro, no Centro Cultural Fiesp (Avenida Paulista, 1313), com entrada gratuita, a mostra reúne a maior coletânea do artista já exibida no Brasil. Ao longo de quatro galerias, mais de 100 obras cedidas pela Fundação Mucha desvendam o talento múltiplo e o legado do expoente da Art Nouveau.

Além dos projetos publicitários, a mostra traz pinturas raras em que Mucha exalta a sua origem eslava e trabalhos de artistas contemporâneos inspirados pelo ilustrador tcheco. Outro destaque é o culto à figura feminina presente em muitas de suas obras.

Serviço:

Alphonse Mucha: o legado da Art Nouveau
Até 26 de janeiro de 2020
Horários: de terça a sábado, das 10h às 22h e domingos, 10h às 20h
Local: Galeria de Arte do Centro Cultural Fiesp
Endereço: Avenida Paulista, 1313 – Cerqueira César (em frente à estação Trianon-Masp do Metrô).
Entrada gratuita.
Mais informações em www.centroculturalfiesp.com.br