Easynvest anuncia Dony de Nuccio e Samy Dana como Heads de Conteúdo

Samy Dana e Dony de Nuccio. (Foto: Divulgação)

A Easynvest, plataforma de investimentos independente, anuncia a contratação de Dony de Nuccio e Samy Dana como Heads de Conteúdo da empresa. Eles assumem a missão de revolucionar o conteúdo de educação financeira no País em 2020, reforçando o propósito da empresa de eliminar o economês e trazer cada vez mais os brasileiros para o mundo dos investimentos.

“Será algo extremamente novo no Brasil. Existe muita informação solta sobre educação financeira, mas pouca absorção desse conteúdo por parte do público. Queremos trazer uma forma de comunicação diferente e mudar a mentalidade do brasileiro sobre finanças pessoais”, explica Fernando Miranda, presidente da Easynvest.

“Este é um gigantesco desafio. Estaremos no comando do time de conteúdo da corretora para criar a melhor e mais inovadora cobertura de finanças e economia do país. Queremos unir credibilidade e informalidade para aproximar os investimentos das pessoas”, diz Dony. Além da formação jornalística, Dony De Nuccio é graduado e mestre em economia. Atuou durante anos no mercado financeiro e acumula passagens pela bancada dos principais telejornais do país. “Vamos trazer de forma clara e cativante o conhecimento necessário para que todos possam se informar e prosperar”, complementa.

Já Samy Dana, professor da Fundação Getúlio Vargas, Phd em finanças e pós-Phd em Harvard, traz na bagagem o crédito de ser um dos principais colunistas de finanças do País, reconhecido por ter criado uma nova forma de falar sobre economia na televisão. Ele explica que a escolha desta proposta, dentre outras ofertadas, foi impulsionada pelos valores que ele e Dony enxergam no novo desafio. “Recebemos muitas propostas, mas não queríamos emprestar nosso nome para alguma empresa com a qual não tivéssemos uma profunda identificação. O que mais nos encantou é que a Easynvest tem um modelo que não depende de agentes autônomos de investimentos, nem de gerentes, que muitas vezes empurram produtos financeiros aos clientes para bater suas metas.