Depoimento Dudu Godoy, presidente do SINAPRO-SP e VP executivo da FENAPRO

“A queda de 22,3% na compra de mídia no primeiro trimestre, apontada no levantamento divulgado hoje pelo CENP Meios, já era previsível diante do impacto causado pela quarentena da COVID-19. A nossa previsão inicial, inclusive, era a de que a queda poderia ser maior, mas não foi tão acentuada como se temia. As empresas seguraram os investimentos em publicidade diante das incertezas quanto às vendas e à própria continuidade da operação, e tudo isto foi reforçado pelo cenário global recessivo. Agora, algumas cidades começam a retomar as atividades de forma gradual, mas não sabemos quando isto irá se refletir no consumo e, consequentemente, no volume de compra de mídia. O momento ainda é de retração no setor, embora muitas marcas saibam que não podem permanecer distantes dos consumidores”.