TCL lança série protagonizada por seus embaixadores

A TCL Electronics lança quatro episódios de uma série protagonizada por seus embaixadores, multicampeões no universo dos esportes: Gabriel Medina, bicampeão mundial de surf; Tatiana Weston, uma das maiores surfistas do mundo; e Rodrygo Goes, um dos grandes nomes da nova geração de jogadores de futebol. Nos episódios inéditos, eles revelam um pouco mais sobre os sonhos e os desafios de suas carreiras. A websérie é transmitida no Youtube e redes sociais da Semp TCL.

A junção da Semp, que possui uma longa história e simbologia na vida do brasileiro – com a TCL – uma empresa especializada na fabricação de produtos inteligentes, resulta na produção de itens da mais alta tecnologia de forma acessível à população brasileira. Com isso em mente, a série estrelada por grandes atletas mostra um pouco desta conexão que as imagens possibilitam, aproximando ídolos de forma inspiradora há tantos anos.

Os protagonistas da série possuem histórias muito significantes, cheia de momentos de aprendizado, situações desafiadoras, enfrentando medos, quebra de limites até chegar à posição de destaque em que hoje se encontram.

“A ideia do projeto é trazer insights inspiradores às pessoas, mostrar um pouco mais das histórias reais de nossos embaixadores e suas trajetórias como uma forma de aproximá-los do público de forma positiva, sem deixar de lado a qualidade de imagem para ocasionar esta experiência”, conta Camila Nagamine, gerente de Marketing da Semp TCL.

Os vídeos são divididos em quatro episódios divididos em temas que carregam a ideia de um passo a passo percorrido pelos protagonistas e os desafios que são encarados até por estas grandes figuras do esporte. Gabriel Medina, por exemplo, conta como é importante estar vulnerável para alcançar resultados, “foram muitos anos para adquirir esta intimidade com o esporte, foram muitos desafios, sempre aprendendo, caindo e levantando, me desafiando. Algo que faço até hoje, pois a expectativa nunca para de crescer”, explica.

Tati Weston, uma das maiores surfistas brasileiras também conta como se aproximou do surf – “Quando eu era pequena, tinha muitos problemas de visão e foi aí que encontrei esta conexão tão forte com o mar, pois comecei a sentir o oceano muito mais do que o enxergar de fato. E quando decidi que queria fazer isso pelo resto da vida, surfar, tive muito apoio dos meus pais e devo muito deste apoio ao meu sucesso”, relata.

Assim como Rodrygo Goes, que também começou cedo no futebol, com oito anos. “Desde cedo, minha vida é o futebol. Ver meu pai jogando, assim como grandes ídolos do Brasil e do mundo, me motivou a almejar grandes coisas. Estou realizando um sonho a cada dia que treino e a cada jogo que visto a camisa do meu clube e da Seleção, e por isso me empenho ao máximo para que tudo possa dar certo. Vou seguir trabalhando forte sempre em busca dos meus objetivos”, afirma