Mercado Livre adquire a Ecommet, empresa de software para e-commerce

95

O Mercado Livre, empresa de tecnologia para e-commerce, anuncia a aquisição da Ecommet – empresa de software que, por meio de sua unidade de negócios Becommerce, oferece soluções para integração com marketplaces, sistema de gestão de vendas e plataforma de lojas virtuais. A aquisição foi realizada pelo valor de R$ 36,5 milhões.

A Ecommet, uma das principais empresas de tecnologia que integram varejistas ao marketplace do Mercado Livre, possui uma carteira com mais de três mil clientes. As soluções da empresa são complementares com as já oferecidas pelo Mercado BackOffice e pelo MercadoShops, unidades de negócio do Mercado Livre. Com a aquisição, será possível ampliar ainda mais a oferta das soluções de gestão Becommerce aos vendedores que atuam no marketplace. “Investir em tecnologias de gestão está em linha com o nosso objetivo de oferecer a melhor experiência ao vendedor e, consequentemente, ao consumidor final”, afirma Stelleo Tolda, COO do Mercado Livre.

Criada em 2011 pelos empreendedores Frederico Flores e Fernando Montera, a Ecommet continuará a prestar serviços de maneira independente, sem qualquer alteração no escopo de trabalho. A Ecommet passa a pertencer ao grupo Mercado Livre, mas, seus 77 colaboradores permanecerão sediados no escritório que ocupam atualmente, em São Paulo, com os fundadores à frente da gestão dos negócios.

“A Ecommet contará agora com uma sinergia fantástica com os times de tecnologia de gestão do Mercado Livre, o que contribuirá para aprimorar ainda mais a qualidade e abrangência dos serviços”, afirma Frederico Flores, fundador da Ecommet.

Desde 2012 o Mercado Livre abriu sua API – Application Programming Interface – e fomenta o empreendedorismo tecnológico ao permitir que desenvolvedores independentes utilizem sua tecnologia para criar soluções para o e-commerce. Atualmente, há 120 desenvolvedores certificados na América Latina, cerca de 60 deles no Brasil, que têm suas soluções homologadas pelo Mercado Livre. Além desses, há mais de seis mil aplicações funcionando a partir da API do Mercado Livre em toda a região.

“Temos total interesse no desenvolvimento e fortalecimento dessa comunidade. Somos uma empresa agnóstica e seguiremos dando total apoio para que os desenvolvedores independentes façam um ótimo uso da nossa API em favor do e-commerce na América Latina”, afirma Tolda.