Kawasaki fecha cota master de patrocínio da maior competição de FMX do Brasil

Há oito anos acontece no Brasil o Duelo de Motos, a maior competição de Freestyle Motocross (FMX) do País, que este ano traz como principal novidade a entrada da Kawasaki como patrocinadora oficial do evento em uma negociação intermediada pela consultoria de marketing esportivo Dello Sport. Além do evento, a Kawasaki patrocina o piloto Gilmar “Joaninha” Flores um dos favoritos para conquista do título, que irá fazer as acrobacias com uma KX450 2021.

“Nosso investimento em competições serve de inspiração aos iniciantes e amadores a se interessarem pelos esportes a motor, competir e, quem sabe um dia, se tornar um piloto da marca. Dentre estes, os chamados fora de estrada são os que concentram o grupo mais enérgico e carismático de pessoas, talvez pelo contato com a natureza, a poeira e o barro, como vemos nessa grande família que é o FMX”, comenta Sonia Harue Ando, Vendas e Marketing Kawasaki Motores do Brasil.

Reconhecida mundialmente por suas conquistas nos esportes a motor, a Kawasaki é sinônimo de esportividade e adrenalina para qualquer tipo de terreno, sendo a grande vencedora dos principais campeonatos nacionais e internacionais  títulos conquistados por seus pilotos, que atestam a superioridade dos produtos, auxiliam no desenvolvimento de novas tecnologia.

Para Ricardo De Mauro, diretor da Dello Sport, este é um movimento muito importante da Kawasaki. O Duelo de Motos é um evento estratégico para a fabricante de motos que serve como palco de exibição da qualidade, tecnologia e performance de seus produtos.” A Kawasaki será a patrocinadora exclusiva no segmento de motos.

O Duelo de Motos acontece em Atibaia, a 70km de São Paulo, e reúne os principais pilotos de motocross freestyle do país. Em sua 8ª edição, esta é a quarta vez que a cidade sedia o evento (2017, 19, 20 e 21). Para quem não está familiarizado com o FMX, rampas metálicas ou de terra são montadas em frente a grandes montes de terra que servem de recepção para os saltos e manobras. O vão entre eles pode superar os 30 metros e a altura dos saltos, bem como a qualidade, estilo, uso da pista e a execução das manobras são avaliadas pelo corpo de jurados.