Giraffas apresenta nova estratégia de investimento em mídia

O Giraffas, rede multinacional brasileira de restaurantes, inicia 2016 com novidades. Além de apresentar ao público um novo posicionamento, a rede, que faturou R$ 800 milhões em 2015, está mudando sua estratégia de investimento publicitário.

Anteriormente o investimento era de 75% do orçamento do marketing em TV nacional e os outros 25% em digital. Agora, a empresa passa a distribuir a verba que era de TV em 134 planos de mídia regionais, em uma campanha desenvolvida pela agência Mood, que terá início no fim do primeiro semestre.

Como parte das mudanças, a rede investe na valorização da marca e lança um novo cardápio, criado a partir de estudos feitos no mercado nos últimos meses, que oferece produtos com melhor qualidade, pratos com carnes nobres e preços mais acessíveis. “Queremos levar para o brasileiro o que ele espera, principalmente num ano desafiador como esse: preço e qualidade. O Cardápio ‘Campeões de Vendas’ apresenta opções de pratos completos e total liberdade de escolha dos acompanhamentos. É possível ir ao Giraffas e consumir um sanduíche a partir de R$ 7,90 ou um prato a partir de R$10,90, preço justo, que cabe no orçamento do trabalhador brasileiro e que, na maioria das vezes, não se encontra numa praça de alimentação. Tudo isso com o padrão e qualidade Giraffas”, explica Ricardo Guerra, diretor de marketing do Giraffas.

O novo cardápio conta com pratos e sanduíches vencedores em 2015, como Bife Acebolado, Filé de Frango ao Alho, as Parmegianas, que agora contam com carne íntegra de Angus e Filé de Frango empanadas na hora, além das opções de Churrasco. Na linha de sanduíches, a marca reforça o  compromisso em entregar o gostinho brasileiro por meio de duas propostas: Clássicos Giraffas – sanduíches que marcaram a história da empresa – e os lanches Brazucas. O objetivo é focar no que é mais importante para o consumidor do Giraffas no momento da compra: preços, qualidade e proteínas.

Para comunicar o novo cardápio e divulgar seu reposicionamento a rede vai investir R$ 12 milhões em marketing e R$ 8 milhões em ativação e ponto de venda.