DPZ&T assina nova campanha do McDonald’s #AcreditamosNosJovens

O McDonald’s confia e acredita nos jovens para estar à frente da operação de seus restaurantes. Para mostrar isso, estreou esta semana, a campanha #AcreditamosnosJovens.

A marca tem forte relação com o público jovem e isso se reflete em seu quadro de colaboradores: nos mais de 900 pontos de venda distribuídos pelo Brasil, atualmente, cerca de 90% dos funcionários, o equivalente a 40 mil pessoas, tem entre 16 e 25 anos. Metade deles está em sua primeira experiência profissional.

Criado pela DPZ&T, o filme reforça o entendimento que o McDonald’s tem desse público, como uma empresa contemporânea, que traz valores para a sociedade ao escutar e dar voz aos seus jovens funcionários de uma forma que nenhuma outra rede é capaz. “Ao ouvir os jovens, e compreender seus anseios, o McDonald’s transforma esse público em seu próprio porta-voz de um discurso transparente e relevante para os consumidores”, afirma Sergio Mugnaini, diretor executivo de criação da DPZ&T.

“Para a marca é fundamental confiar nos jovens, dar espaço e credibilidade a eles. Nossa força de trabalho é muito nova. Isso nos dá aval e pleno conhecimento para falar sobre e com esse público. Conhecemos seus anseios, expectativas e dificuldades. Para estar no nosso quadro, eles só precisam de motivação, interesse e disponibilidade para aprender”, afirma David Grinberg, Diretor de Comunicação Corporativa do McDonald’s Brasil.

Uma pesquisa inédita feita pelo McDonald’s em cinco países (Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Peru), avaliou as inquietudes e as aspirações da geração millennial. E os resultados validam o entendimento que a companhia tem deste público e, principalmente, mostram que o caminho que vem seguindo está alinhado ao que eles esperam.

De um modo geral, o estudo mostra que a autoconfiança do jovem brasileiro está mais abalada do que nos outros quatro países latino-americanos pesquisados. O Brasil passou por uma das piores crises de sua história e a situação difícil está impactando na confiança dessa geração. “Em busca do primeiro emprego, eles encontram mais portas fechadas do que abertas”, afirmou Ilton Teitelbaum, professor-adjunto da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e coordenador do estudo.

Ao identificar as principais barreiras que encontram na hora de procurar emprego, 77% dos jovens apontam para a falta de uma experiência anterior, 69% para a falta de oportunidades, 68% para a falta de confiança na sua geração e 58% para a dificuldade de transição do ensino médio para o mercado.

“O McDonald’s está sempre de portas abertas para o jovem. Esteja ele em busca de seu primeiro emprego ou não. Tenha ele experiência no setor ou não. Estamos dispostos em investir para desenvolvê-los e prepara-los para ocupar novas posições em nossa companhia ou para sair em busca de outras oportunidades no mercado de trabalho”, finaliza Grinberg.

Assista ao filme da campanha: