F.biz cria ação contra à sorofobia

Ao longo do Dezembro Vermelho – mês de conscientização e combate à Aids –, a biofarmacêutica Gilead Sciences Brasil lança o projeto “Movimento PositHIVo”, criado pela F.biz, que convida a sociedade a participar de uma ação que destaca os avanços do tratamento do HIV/Aids e que coloca o HIV como pauta diária da vida de todos.

Através de uma plataforma com conteúdos exclusivos, o canal contará com a participação de influenciadores e um médico infectologista para dar luz às informações relevantes e de prestação de serviço à sociedade.

A partir do Dia Mundial da Luta Contra a Aids – celebrado no dia 1º de dezembro – a SUBA, empresa de conteúdo com foco em influência, selecionou pessoas que vivem com HIV ou convivem com pessoas com HIV para dividir suas histórias em suas redes sociais. Serão sete porta-vozes e mais dois casais que por meio de seus conteúdos vão discutir  a necessidade de  combate a pré-julgamentos quanto ao HIV/AIDS e à sorofobia.

Além disso, o médico e infectologista Dr. Álvaro Furtado Costa será um dos embaixadores do “Movimento PositHIVo”, publicando conteúdos sobre o tema em suas redes sociais e tirando dúvidas do público em geral sobre  o assunto  no canal “Dr. Responde”, disponível no site da ação.

A campanha também contempla um manifesto, que convida a sociedade brasileira a participar do Movimento PositHIVo e coloca o entendimento sobre o HIV, buscando combater os preconceitos contra as pessoas que vivem com HIV. O manifesto estará disponível no perfil do “Movimento PositHIVo”, além de ações de branded content em portais de notícias.

“A missão da Gilead no Brasil e no mundo é transformar o cuidado com as pessoas que vivem com HIV. Acreditamos que a melhor forma de nos comunicarmos com a população em geral é chamando todo mundo para fazer parte dessa mudança. Entendemos que todos estão vulneráveis ao vírus e que a nossa responsabilidade é levar informação sobre prevenção e diagnóstico de forma que atinja aos mais diversos públicos. Nosso trabalho continua abrangendo todo o espectro do HIV,  da prevenção ao tratamento em direção ao objetivo final: a cura”, diz Luana Kulesza, Diretora de Marketing da Gilead Sciences Brasil.

“No perfil do Instagram do ‘Movimento PositHIVo’ haverá editorias atuais e relevantes amparados por infográficos, um formato que está em ascensão nessa rede social para tratar de assuntos importantes como feminismo, racismo e até economia”, diz Pierre Francisco, supervisor de Conteúdo da F.biz. Os editoriais do “Movimento PositHIVo” abordarão a saúde sexual das mulheres cisgêneras, a vida em casal sorodiferente, o sexo seguro pós-diagnóstico, a saúde sexual e mental das pessoas transexuais, a transmissão vertical, o envelhecer com qualidade de vida, o engajamento no combate ao HIV, a sorofobia e aos demais preconceitos frente ao HIV, além da responsabilidade da sociedade em se manter informada sobre essas questões.

“O HIV é um assunto de todos nós e combater a disseminação do vírus e da sorofobia através da informação é o maior objetivo da plataforma. Por isso, a informação é entregue em formatos democráticos e humanizados para garantir a retenção da atenção da audiência”, explica Fernanda Fontes, diretora de Criação da F.biz.

Entre os influenciadores que falam sobre a causa e farão parte do Movimento PositHIVo estão Gabriel Comicholi , Leandro Buenno e  Rodrigo Malafaia,  Augusto Bonavita, Daniel Lima , Diego Krausz,  Jennifer Besse, Micaela Cyrino e Guilhermina Urze, que vão dar seus testemunhos sobre as questões que envolvem HIV/Aids por meio dos stories e posts em suas redes sociais.

“O grande desafio foi compor um time diverso e de alta credibilidade de embaixadores da causa. Vozes que, ao vivenciarem as adversidades causadas pela presença do HIV nas suas vidas, pudessem amplificar esse chamado à consciência coletiva sobre a importância em se informar com maior propriedade sobre o tema”, declara Fabiana Bruno, CEO da SUBA.

Para conhecer mais sobre o Movimento Posithivo, acesse: @movimentoposithivo no Instagram.