Campanha “Ônibus queimado não leva a lugar nenhum” tem assinatura da Rae,MP

Com o objetivo de provocar reflexão e conscientizar as pessoas, além de orientar a população para que denuncie qualquer ato de vandalismo contra o transporte público, a agência Rae,MP cria e apresenta a campanha para o SPURBANUSS, CMT e FECOOTRANSP, com o mote “Ônibus queimado não leva a lugar nenhum”. 

A campanha nasceu devido ao aumento na frequencia de Manifestações e Protestos desde o segundo semestre de 2013. Os motivos das manifestações são diversos e entre eles estão: a legalização da maconha, ação contra programas do governo e mobilização contra a realização da Copa do Mundo. Apesar de nenhum deles ter relação direta com o transporte público, os ônibus acabam sendo o primeiro alvo para atrair a atenção, seja de outras pessoas, para que participem das ações, ou mesmo das autoridades locais e da imprensa.

No segundo semestre de 2013, mais de 50 ônibus de diversas linhas em toda a cidade de São Paulo foram incendiados e totalmente destruídos. No primeiro trimestre deste ano, aproximadamente 50 ônibus já foram afetados por ações semelhantes de vandalismo. Tal ato não soluciona qualquer indignação da população, ao contrário, a ação só prejudica as pessoas que dependem do transporte público para cumprir com seus compromissos.

De acordo com Francisco Christovam, Presidente do SPURBANUSS, a campanha visa chamar a atenção para a preservação dos ônibus. “As ações de vandalismo contra os ônibus criam uma situação complicada.  Em vez de renovar a frota, as empresas acabam tendo de investir na aquisição de ônibus para repor aqueles veículos que foram perdidos, com as ações nos protestos. Os usuários são os mais prejudicados com estes atos, que não têm relação com nenhuma questão ligada ao transporte urbano. Essa campanha foi idealizada para que a população reflita a respeito dos atos de selvageria, preserve o transporte público, que é seu principal meio de locomoção e denuncie, a fim de combater qualquer ação que leve a depredação ou incêndio dos ônibus”, diz Christovam.

Com forte plano de mídia para divulgação, a campanha, iniciada no dia 24 de abril, dirigida por Mauro Kelm, poderá ser acompanhada até o dia 30 de maio em toda a região metropolitana de São Paulo. Peças publicitárias foram estrategicamente criadas para potencializar a ação, que conta ainda com inserção de filme de 30” na mídia televisiva em horário nobre, incluindo o Jornal Nacional, da TV Globo, e emissoras como Record, Band, SBT, Rede TV! e Gazeta.

A campanha conta também com inserção de spots de 30” nas rádios Nativa FM, Band FM, TOP FM, Gazeta FM, 105 FM, Transamerica, Transcontinental FM, Metropolitana e Tropical FM. Na mídia impressa os anúncios estarão presentes nos jornais especializados, a fim de atingir o público-alvo. São eles: Destak, Metro SP, Jornal do Trem e Folha do Ônibus. A campanha será reforçada com anúncios nos relógios de rua da cidade e inserção em Bus Mídia TV. A produtora responsável pelo filme foi a Story Films, do diretor Celso Rosa.

Marcelo Ponzoni, diretor da agência Rae,MP, acredita que uma campanha como esta pode contribuir para a diminuição das ações contra o transporte público. “Conscientizar a população é o primeiro passo. Quando as pessoas entendem que os demais estão prejudicando o bom ‘funcionamento’ da cidade e tirando delas próprias o acesso aos meios de transporte, a cobrança passa a ser maior. Um começa a vigiar o outro para que o seu direito não seja cerceado e as denúncias aparecem. Isso deve inibir a ação dos mal intencionados”, avalia Ponzoni.

Ficha Técnica:

Título: Ônibus queimado não leva a lugar nenhum
Anunciante: SPURBANUSS, CMT e FECOOTRANSP
Direção de Arte: Marcos Andrade
Direção de Criação: Mauro Kelm
Revisão: Livia Amarante
Mídia: Ligia Brito
Atendimento: Eric Lança e Paolo Scuderi
Planejamento: Henrique Santos
Produtora: Story Films
Direção de Cena: Celso Rosa
Aprovação Cliente: SPURBANUSS, CMT e FECOOTRANSP