Nova ficção da Viralata estreia em Rotterdam

Apesar de todas as dificuldades que ainda abalam o setor audiovisual devido à pandemia, o cinema nacional está cada vez mais forte e representativo no cenário mundial. Em uma parceria com a Raccord Produções, PoloFilme e a Terceira Margem, a produtora carioca, Viralata Produções, marca sua estreia no Festival Internacional de Cinema de Rotterdam 2021.

O longa-metragem de ficção ‘Madalena’, dirigido pelo estreante, Madiano Marcheti, foi selecionado na mostra competitiva Tiger e concorreu com outros filmes produzidos em diversos países de diretores e diretoras em início de carreira. A história narra as vidas de Luziane, Cristiano e Bianca, que pouca coisa têm em comum, além do fato de viverem em uma cidade agrária no Centro-Oeste do Brasil. Embora não se conheçam, os três são afetados pelo desaparecimento de Madalena. Em partes diferentes da cidade, cada um deles encontra seu modo de responder a essa ausência.

A obra explora universos e personagens que raramente são vistos no cinema brasileiro. Ao mesmo tempo em que almeja trazer à tela diversas experiências de vida imersas no universo do agronegócio, o filme também intenciona lançar luz, sob um prisma bastante original, sobre ser LGBT nesse contexto.

Apesar de não ter vencido em sua categoria, Madalena despertou encantamento do público e dos críticos de cinema que participaram do festival. Madiano foi convocado para inúmeras entrevistas, Q&A e debates após a exibição do filme. O que demonstra a ótima repercussão e recepção da obra no panorama dentro e fora do evento.

A ficção foi selecionada na chamada pública PRODECINE 01/2015 ANCINE/BRDE e possui distribuição da Vitrine Filmes, além de contar com o apoio do Canal Brasil e do Projeto Paradiso.