Movimento Mulheres do Xingu ganha filme-manifesto

O filme “Gigantes Pela Própria Natureza” começa com a pergunta “Quantas vozes a mulher indígena precisa para ser ouvida?”. Captado entre os dias 26 de março e 2 de abril, durante o primeiro encontro do Movimento de Mulheres do Xingu, que aconteceu no Parque Indígena do Xingu, no Mato Grosso, o filme-manifesto foi lançado no Memorial dos Povos Indígenas em Brasília, durante o Acampamento Terra Livre deste ano, e tem o objetivo de conscientizar o mundo sobre as políticas que estão colocando em risco a vida dos povos originários.

O Movimento de Mulheres do Xingu, idealizado pela liderança Watatakalu Yawalapiti, busca articular e unir as mulheres indígenas para a emancipação e participação delas nas decisões políticas, tanto dentro como fora de suas aldeias. “A nossa casa está sendo destruída, as nossas florestas estão sendo derrubadas, estamos sendo envenenados e precisamos da sua ajuda”, clamam.

A convite de Watatakalu, a publicitária Carol Gavazzi, e os diretores de cena Rogo de Castro e João Unzer foram ao Parque Indígena do Xingu e produziram um filme-manifesto que tem o objetivo de conscientizar o Brasil e o mundo sobre a situação que os povos originários atravessam atualmente, amplificar as vozes das mulheres e arrecadar fundos para que o movimento das mulheres indígenas cresça e atinja outras aldeias.

A trilha sonora do filme foi idealizada por O Novíssimo Edgar e conta com a música ‘Bíblia, Boi e Bala’, de Pupilo (ex Nação Zumbi) e outra canção que embala o manifesto, interpretada por Juçara Marçal e Mazé Cintra, gravada e mixada por Luís Lopes, do Estúdio C4 em Abril de 2019.

Veja o trailer do filme:

Ficha Técnica:

Título: ‘Gigantes Pela Própria Natureza’
Realização: matilda.my
Idealização: Carol Gavazzi e Watatakalu Yawalapiti
Direção e Direção de Fotografia: João Unzer e Rogo de Castro
Narração: Watatakalu Yawalapiti
Trilha sonora idealizada por: O Novíssimo Edgar
Músicas de: Juçara Marçal, Mazé Cintra e Pupillo Design: Bruno Penabranca
Fotografia ‘Gigantes pela própria natureza’: João Unzer e Rogo de Castro
Tratamento de fotografia: Cris Paulino
Imagens adicionais: Luiz Vasconcelos, Rodrigo Arajeju e Edgar Kanaykõ Xakriabá
Técnico e Engenheiro de Som: Luis Lopes / C4 Studio
Produtora: Awake Film
Edição e Pós-Produção: The End
Audio:Comando S
Agradecimentos Especiais: Tere Kayabi, Amaiki Kaiabi, Amairé Kaiabi Suia, Aruti Kaiabi, Kunhakatu Kayabi, Iré Kayabi, Dawizu Juruna, Reariup Kayabi, Moreiuwi Kayabi, Katuareyup Kayabi, Tairé Kayabi, Xibidu Juruna, Kawita Juruna, Sandra Kayabi, Taireyua Kayabi, Fukui Kayabi, Rymoayup Kayabi, Anna Terra Yawalapitii, Kaku Kayabi, Itaikaré Kayabi, Yamanary Kaiabi, Tamakari Kayabi, Mani Matareiup Kayabi, Maware Juruna.