Malabar Filmes disponibiliza longa premiado no mês d combate ao Alzheimer

Em setembro, mês do Alzheimer, a Malabar Filmes disponibiliza gratuitamente no Youtube seu documentário premiado “Alzheimer na periferia”. A produção acompanhou a vida de cinco famílias que cuidavam de parentes acometidos pela doença nas áreas periféricas da cidade de São Paulo.

O longa com uma temática inédita investigou a vida dos cuidadores que sem recursos passaram a fazer grandes sacrifícios para dar assistência total a seus pais ou companheiros portadores de Alzheimer, uma doença que se acreditava ser de elite em função da subnotificação nas comunidades mais carentes do país.

O documentário com direção de Albert Klinke, sócio fundador da Malabar, argumento original de Jorge Felix, professor da USP em gerontologia,  e roteiro de Thais Bologna, ganhou  seis prêmios em festivais internacionais  ( veja lista abaixo). A produção que estreou no Espaço Itaú de Cinema ( shopping Frei Caneca) completou um ano sendo exibida nos circuitos universitários e no próprio Vimeo.

“O objetivo desde o início era lançar luz sobre os cuidadores de familiares com Alzheimer que são profundamente impactados pela doença. E que carregam esse drama mesmo depois da morte do doente. Neste mês do Alzheimer queremos que mais pessoas tenham acesso a estas histórias invisíveis, e que as pessoas constatem a importância crucial dos aparatos de saúde pública e da solidariedade ainda mais num país que envelhece como o Brasil. Há duas semanas morreu o último dos cinco pacientes que fizeram parte da história”, diz Albert Klinke.

A iniciativa marca o novo momento da Malabar Filmes criada em 2009. Albert Klinke passa a ser o único sócio-fundador a permanecer na empresa tendo como par a recém-chegada diretora de planejamento, Simone Rosa. A identidade visual  traduz agora essa nova formatação e o sistema de operacional implantado. “Somos um hub de talentos trabalhando de forma ainda mais ágil e criativa para atender aos clientes neste período completamente único na nossa história. Nossa nova configuração permite uma gestão cirúrgica de recursos e entregas ainda mais precisas”, diz Klinke.

No seu início, a empresa ocupou um espaço até então pouco atraente para as grandes do mercado, a de peças para plataformas digitais. “Esta era uma área fora do radar das grandes produtoras. Isso nos permitiu criar um portfólio com soluções completas para os mais diferentes segmentos.” Em sua trajetória a Malabar já produziu peças em vários formatos para empresas como BRF, 99, Shell, Gol, Chevrolet, Natura, Microsoft, HDI Seguros, Claro, Dell, Itau e Santander. A produtora tem cultivado parcerias duradouras com agências como DPZ+T, Talent Marcel, Ogilvy, WMccann, Almap, Havas.

A experiência com o documentário despertou mais um desejo antigo que Klinke agora pode colocar em prática: ampliar a atuação da Malabar Fillmes junto ao terceiro setor com novos conteúdos proprietários.

Assista: