L’homme Statue lança primeiro álbum “Ser”

Multidisciplinar, o artista LGBTQIA+ e imigrante afro-francês radicado no Brasil, Loïc Koutana, o L’homme Statue  tem sempre uma nova história para contar. Modelo, performer, influenciador digital e cantor, o artista escolheu novembro, mês da consciência negra, para apresentar seu novo clipe “Do Not Tell”, que inaugura a estreia de “Ser”, seu primeiro álbum. O projeto musical de Loïc foi criado ao lado do produtor brasileiro, Pedro Zopelar.

”O nome do álbum diz muito. Para mim, na minha vida e no meu caminho na terra eu tenho que ser. Ser sincero, ser eu, ser a inadequação e o alinhamento comigo. Eu acho que a gente passa tanto tempo tentando provar para as pessoas que a gente é, tentando provar nosso valor, que esquecemos simplesmente de ser por que ser significa, também, o bom e o ruim, o legal e o menos legal, o sensível, o forte, o fraco, sabe? Ser”, comenta Loïc Koutana sobre a inspiração do novo álbum.

Com composições interpretadas em português, inglês e francês, sua língua materna, o L’homme Statue assume suas referências de R&B, Funk, Rap e Trap, mas prefere não emplacar tags ao estilo musical do projeto. “Desejo que a musicalidade do L’S reflita a diversidade de vivências que guardo em minhas memórias emocionais, da infância na África, a adolescência na França e a vida adulta no Brasil. É pra ser música do mundo. Raridades afetivas em forma de música”, revela o artista.

Com 27 anos, Loïc tem uma intensa trajetória artística entre a nova geração de criativos no país. Das passarelas aos palcos de performance, o artista cativa amorosa comunidade em suas redes sociais, Instagram, canal no YouTube e Tik Tok, onde compartilha suas vivências com mais de um milhão de seguidores.