Floresta anuncia a saída da sócia e diretora geral, Elisabetta Zenatti

A Floresta, produtora da Sony Pictures Television (SPT) no Brasil, anunciou que, a sócia e diretora geral de criação, Elisabetta Zenatti, deixará a companhia em julho, depois de 11 anos. Com isso, a SPT passa a possuir integralmente a produtora, adquirindo as ações que pertenciam à executiva. Adriana Silva, conhecida como “Dida”, foi nomeada vice-presidente e diretora geral, assumindo a administração da empresa. Dida, que vive em São Paulo, vai responder à Ana Bond, vice-presidente sênior e diretora geral de produção internacional para a América Latina e U.S. Hispanic da SPT.

“Ter fundado a Floresta e a transformado no que ela é hoje foi a minha maior realização profissional. Eu cresci e evoluí com esse time maravilhoso cuja dedicação, talento e paixão são espelhados nos programas de sucesso da Floresta. Tenho enorme gratidão à Wayne Garvie e ao time da Sony Pictures. A Sony tem sido uma grande parceira ao longo desses anos. Agora, eu decidi seguir em frente para o próximo desafio na minha carreira com a certeza de que a Floresta, sob a direção competente da Dida e da Ana Bond, seguirá posicionada como uma das melhores produtoras do Brasil e continuará em crescimento”, disse Zenatti.

“Elisabetta é uma força da natureza. Ela começou a Floresta do zero, escolheu a dedo um time estelar, incluindo a Dida e, sob sua liderança, produziu cerca de 100 temporadas de conteúdo premium, tornando a Floresta a potência que é hoje. A Dida tem sido uma parceira brilhante para a Floresta por quase uma década, gerenciando de forma primorosa inúmeros projetos. Com ela, a Floresta está em fantásticas mãos”, reforça Wayne Garvie, presidente de produção internacional da SPT.

“Tem sido uma experiência incrível trabalhar ao lado da Elisabetta durante todos esses anos e eu estou verdadeiramente grata por ter tido a oportunidade de aprender com uma das melhores do mercado”, complementa Dida. “A equipe da Floresta e eu estamos animados em trabalhar com a Ana, liderando a empresa em um caminho de sucesso nas áreas de criação e produção de conteúdo diversificado e de alta qualidade para os nossos clientes no Brasil e para compartilhar nossas histórias e ideias com pessoas ao redor do mundo.”

Dida, que havia sido promovida a diretora geral de operações em novembro, trabalha com a Floresta desde 2011. Ela começou sua carreira no SBT em 1997. Trabalhou na RGB Produções, em 2002, e depois na Record, em 2004, como coordenadora e produtora executiva. Em 2006, ela chefiou o departamento de produção de ficção e, posteriormente, se tornou diretora de produção no Grupo Bandeirantes de Comunicação, em entretenimento e eventos ao vivo. Dida se formou em Rádio e TV pela Universidade Metodista.

Zenatti tem mais de 20 anos de experiência em criação e produção de televisão e representa o extenso portfólio de formatos televisivos da SPT no Brasil há mais de 10 anos, incluindo programação de ficção e de entretenimento, além de desenvolver programas originais para o público brasileiro. Ela fundou a Floresta Produções em 2010, com a SPT como sócia majoritária.

No portfólio da Floresta estão programas originais bem sucedidos com múltiplas temporadas como Lady Night (Multishow/Globo), Soltos em Floripa (Prime Video), Se Sobreviver, Case! e Dono do Lar (Multishow), e formatos internacionais como Shark Tank Brasil (Sony Channel), Quem Quer Ser um Milionário? (Globo), De Férias com o Ex (MTV), além de muitas outras séries que estão em pré-produção e produção, incluindo: Bugados (Gloob), Top Chef (Record), Queer Eye Brasil e o reality original Ideias à Venda (Netflix).

Com uma equipe diversa e experiente, a Floresta já produziu 50 programas e mais de 100 temporadas, se estabelecendo como uma produtora que projeta o Brasil para a América Latina e para o mundo. Atualmente, a Floresta tem um acordo de produção e distribuição com os Estúdios Globo para co-desenvolver e co-produzir duas séries premium em inglês (Anjo de Hamburgo e Rio Connection), das quais a SPT tem os direitos de distribuição fora do Brasil.