Via Varejo anuncia que cozinhas da fábrica Bartira deixam de ter nomes de mulheres

A Via Varejo acredita que lugar de mulher é em todo lugar. Por isso, a fábrica de móveis Bartira trocou todos os nomes de suas cozinhas. Agora, os móveis para cozinha, que anteriormente levavam nomes femininos, têm nomes inspirados em pedras preciosas brasileiras.

“Acreditamos que pequenos gestos podem mudar o mundo. Temos marcas fortes dentro de casa e falamos com milhares de brasileiros todos os dias. Ajudamos a realizar sonhos, por isso é muito importante fomentar causas e realizar ações como essa”, conta Roberto Fulcherbeguer, CEO da Via Varejo, empresa que administra também as marcas Casas Bahia e Pontofrio.

A Bartira foi fundada há mais de 50 anos e naquela época, algumas linhas de móveis, em especial as cozinhas, ganhavam nomes de mulher. Isso era padrão em todo o mercado moveleiro. Nos dias de hoje, essa não é a melhor forma de homenageá-las, mas sim uma maneira sexista pala falar sobre atividades domésticas. Algo que não cabe nas marcas da companhia.

“Nessa busca por equilíbrio, escolhemos trocar para pedras preciosas brasileiras, porque elas têm beleza, variedade, além de serem fortes e resistentes. Esses atributos são os que nos inspiram e que buscamos colocar nos móveis que fabricamos”, explica Fulcherberguer.

Nos sites das marcas, as cozinhas já estão com os novos nomes. Já nas lojas, os clientes poderão encontrar as nomenclaturas a partir de hoje (09), conforme abaixo:

– Cozinha Carla passou a ser Cozinha Topázio

– Cozinha Izabel passou para Cozinha Rubi

– Cozinha Manuela agora é Cozinha Turmalina

– Cozinha Stella virou Ametista

– Cozinha Cintia passou a ser Cozinha Ônix

“Aproveitei esse o momento também para enviar mensagens a executivos de outras fábricas de móveis para fazerem o mesmo e se engajarem nesse movimento. Juntos, podemos fazer de ações como essa uma busca de mais equilíbrio para a sociedade”, finaliza.