Marina Pechlivanis lança continuação do best-seller ‘Gestão de Encantamento’

“O que faz as pessoas prestarem atenção e abrirem mentes e corações para uma nova informação, um novo produto ou um novo serviço? Às vezes, é algo simples, de baixo investimento, porém de altíssimo valor como um sorriso, uma frase motivadora, um ato gentil. É exatamente aí, nos pequenos encantos, que as ações de vendas podem ficar mais grandiosas”, reflete Marina Pechlivanis, publicitária, professora e mestra em Comunicação e Práticas de Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Escritora e empresária, Pechlivanis acaba de lançar “Gestão de Encantamento 2: como a mágica acontece” (Editora Reflexão Business, 2019), continuação do best-seller “Gestão de Encantamento: dicas mágicas”, lançado em 2018.

Na obra, a especialista apresenta cases sobre como as empresas podem planejar ações para gerar memórias inesquecíveis que acessam o “universo particular” dos seus clientes. “Tudo o que toca as pessoas, suas ideias e suas memórias, tem mais chances de ser lembrado. O que é lembrado pode ser valorizado. E o que é valorizado pode ser consumido, compartilhado, multiplicado”, destaca Pechlivanis, que também é sócia-fundadora da Umbigo do Mundo, empresa de comunicação criada em 1999.

“Existe um ciclo de encantamento com etapas claras que funciona como uma ‘matriz de excelência’. Eis a fórmula das fórmulas: para encantar, é preciso planejar, claro, mas não pode ter medo de experimentar. Depois de feito, analisar bem a situação e entender o que deu certo, o que deu errado, o que poderia ser melhor. Ajustar a estratégia e, sem perder tempo, replanejar. Então, novamente, repete-se todas as etapas, aprimorando a performance a cada vez”, ensina.

Mestra em Comunicação e Práticas de Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), além de professora de cursos de pós-graduação em temas como Brand Equity, Marketing Holístico e Tópicos Emergentes, Marina Pechlivanis apresenta na obra os fundamentos da Gestão de Encantamento como processo multidimensional, holístico, e que revigora relações de troca no mercado nas mais diversas áreas. Também compartilha cases eficientes de mercado em que a Gestão de Encantamento foi fundamental para alcançar resultados positivos em vendas, awareness e mudança de mindset, avaliando ainda as métricas mais eficientes para a aferição de resultados.

“Olhar para isso tudo e perceber que quem pode fazer alguma diferença somos nós mesmos foi o meu estímulo para estudar onde a mágica acontece e criar soluções positivas e produtivas nas nossas interações pessoais, com amigos, família e no mundo dos negócios”, conta. Com a vivência de quem está no mercado há mais de 25 anos, já atendeu empresas dos mais diversos segmentos em projetos de estratégia de comunicação, Marina Pechlivanis percebeu uma crescente falta de solidez nas relações entre pessoas e marcas. Relações desgastadas, desmotivadas e até desrespeitosas, que interferem na forma como as marcas e seus representantes são percebidos, afetando as vendas, as negociações, o retorno sobre investimento e as perspectivas de crescimento.

“Em tempos de visão de equilíbrio nas relações humanas, com tantas soluções holísticas para as pessoas se entenderem melhor consigo mesmas e com o mundo, não existe nada mais ultrapassado que condutas tóxicas como intolerância, arrogância, hipocrisia, grosseria, prepotência, entre outras ‘desvirtudes’, altamente nocivas, para a criação de um ambiente saudável para a geração de bons vínculos e de bons negócios”, pontua.