Livro inspira criação de podcast e une publicitário e jornalista

Inspirado no livro É o que Parece!, publicado em 2018 para homenagear os 20 anos de fundação do Clube dos 100 Amigos, que reúne empresários da comunicação, publicitários e profissionais de marketing, agora se transformou em Podcast.

Esse livro que publicou mais de 60 histórias vividas e contadas pelos membros do Clube e que se transformou num verdadeiro legado para o meio da comunicação publicitária serviu de inspiração para que o  publicitário José Francisco Queiróz e o jornalista especializado em marketing e propaganda Antoninho Rossini se unissem para a produção do Podcast É o que Parece.

“Essa moderna ferramenta nos estimulou e resolvemos, de forma descontraída, relatar fatos históricos e relevantes sobre o mundo da comunicação comercial e do jornalismo publicitário. A nossa linha de abordagem foge da retórica do antigo e do novo.  Desejamos promover uma verdadeira análise de como era o mercado da comunicação comercial e o que nos espera nesse futuro mutante a cada dia. Para cumprir o nosso propósito, temos pesquisado muito o que vem ocorrendo hoje”, afirma José Francisco Queiróz.

Já para o jornalista Antoninho Rossini o Podcast será o melhor meio de promover convivência harmoniosa entre as diferentes e infinitas possibilidades de comunicação diante das tecnologias disponíveis atualmente. “Após muitos anos atuando em rádio e também na mídia impressa jamais poderia deixar de lado essa nova oportunidade de continuar fazendo jornalismo pró-ativo e sempre buscando qualidade”, destaca Rossini.

O Podcast É o que Parece! já se encontra em todas as plataformas das mídias sociais (Spotfy, Instragram,Yotube, Twitter, Facebook). Em breve o Podcast abrirá espaço para entrevistas com nomes e personalidades do mercado da comunicação publicitária.

A produtora CompassoCoolab, dirigida por Alexandre Luppi e Raquel Zorzi, responsável por dezenas de podcasts e vídeos para grandes empresas e veículos de comunicação é quem comanda o É o que Parece.   “Estamos entusiasmados com este projeto, pelo seu conteúdo diferenciado, apresentado de maneira informal. O próximo passo será ampliar as produções em vídeo, que ilustrarão melhor alguns temas”. afirma Luppi.