Credicard apresenta novo modelo de contrato, mais claro e mais simples

Várias páginas de “juridiquês” e letras pequenas desanimam muita gente que se depara com um contrato – especialmente em tempos de maior dificuldade de concentração e aprofundamento das leituras. Com base nessa constatação, a Credicard decidiu adotar outra forma de redigir esse documento, com mais clareza, objetividade e informalidade.

Como simplificar pode ser uma tarefa difícil, especialmente para advogados tão acostumados a textos extensos e complexos, durante o processo de reescrita, pela primeira vez no Itaú Unibanco o Marketing, com o suporte de uma agência de comunicação, foi envolvido no processo.

“Coube ao Departamento Jurídico do banco fazer a primeira revisão do contrato, calibrada com um novo mindset, com enfoque em traduzir os termos jurídicos para palavras mais comuns e transformar textos longos em frases claras e objetivas. Em seguida, ela foi enviada ao time de Marketing que, com a ajuda de profissionais externos, fez o ajuste fino do tom da nova redação”, conta Fernando Amaral, diretor da Credicard.

O resultado foi um texto mais direto, que diminuiu de 21 para 10 páginas, com conteúdo mais espaçado e intermediado por tabelas, para encorajar a leitura e facilitar o entendimento. Um resumo do material também é disponibilizado ao cliente que precisa fazer uma leitura dinâmica, passando pelos principais pontos. O novo modelo está disponível em https://www.credicard.com.br/contratos/ e já começa a ser expandido para outros produtos do Itaú.