Associação Brasileira de Propaganda se une ao CENP

A ABP, a Associação Brasileira de Propaganda  mais antiga entidade representativa da atividade no país, está se juntando ao CENP na qualidade de aderente. “É importantíssima a nossa presença no CENP, fundamental para normatizar e regular um mercado com tamanha pluralidade de agências, anunciantes e veículos”, diz Dudu Lopes, presidente da ABP, que tem sede no Rio de Janeiro.

Segundo ele, a adesão à autorregulação é parte do que chama de “reboot da ABP”. Dudu e sua diretoria assumiram em 2017 com um projeto muito claro: trazer uma entidade fundada em 1937, a primeira do mercado publicitário no Brasil, para o cenário atual. “Desde então, vivemos um período de intenso trabalho na busca dessa atualização da ABP, processo que chamamos de reboot”, diz Dudu. “E o resultado tem sido muito interessante. Um exemplo recente foi o sucesso do retorno do Festival da ABP, que aconteceu em outubro de 2018 no Rio, reunindo as maiores agências do país para debater sobre o futuro do nosso mercado”.

Para Dudu, o momento atual da publicidade não é tão diferente de outros, já vividos. “Costumes e hábitos de consumo mudam, produtos desaparecem, outros se reinventam, uma realidade diferente a cada dia, com novos cenários, novos desafios e uma única certeza: a de que temos que nos renovar a cada instante, nos ressignificar”, diz ele. “Seja agência, veículo ou anunciante, todos vivemos em um constante loop em busca do novo”.

A direção do CENP celebra duplamente a adesão da ABP: “Em primeiro lugar pela demonstração de vigor da nossa atividade”, diz Caio Barsotti, presidente do CENP. “Afinal, são oito décadas de história de uma entidade onde estão as raízes mais profundas do modelo de negócios. Em segundo lugar por ver que a tradição da ABP não a inibe de seguir se renovando, ao mesmo tempo em que preserva e difunde as melhores práticas que fizeram da publicidade brasileira um dos segmentos mais competitivos da economia”.

Ao se tornar membro aderente, a ABP passa a somar esforços na defesa do modelo brasileiro de publicidade e da autorregulação com as entidades que já formalizaram adesão ao CENP: APP Brasil, Grupo de Atendimento & Negócios, Grupo de Planejamento, Grupo de Mídia São Paulo, Associação Riograndense de Propaganda – ARP, Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa – ABEP e Associação Baiana do Mercado Publicitário – ABMP.