Publicidade digital cresce e fatura R$ 11,8 bilhões em 2016, aponta pesquisa

2

O mercado nacional de publicidade digital faturou, em 2016, R$ 11,8 bilhões, valor 26% maior do que o registrado no ano anterior, segundo a pesquisa “Digital AdSpend 2017”, liderada pelo IAB Brasil – Interactive Advertising Bureau. Em 2017, a publicidade digital deve atingir R$ 14,8 bilhões, representando cerca de um terço do total investido no mercado publicitário brasileiro.

“Os números comprovam o rápido amadurecimento da publicidade digital e a eficiência do meio, principalmente em um ano fortemente marcado por uma séria crise na economia brasileira”, explica Cristiano Nobrega, presidente do IAB Brasil, ao lembrar que os resultados superaram as previsões traçadas anteriormente, e que apontavam para um crescimento de 12% no ano.

Realizada pela comScore pelo terceiro ano consecutivo, a pesquisa abrange compradores e vendedores de mídia, entre anunciantes, veículos, ad networks, agências e outras empresas que compõem o cenário de mídia nacional, e são referendados por dados do IAB Brasil e pesquisas internacionais.

Na distribuição dos recursos por formato de mídia, Buscas, Classificados e Comparadores de Preço continuam a responder por quase metade do investimento, com R$ 5,7 bilhões (48,5%), seguido por Display e Social, com 32,5% do total (R$ 3,8 bilhões) e Vídeos, com R$ 2,2 bilhões (19%). A participação do vídeo, por exemplo, mais do que dobrou em relação a 2015 e representou quase um quinto da publicidade digital.

Pela primeira vez, o Digital AdSpend apresenta uma visão de compra de mídia programática. Esta edição traz um recorte referente ao programático display, que já representa 16,5%, ou R$ 1,9 bi, do total de investimento na publicidade digital.

Com a economia dando sinais de uma lenta retomada, o IAB Brasil projeta que os investimentos em publicidade digital tendem a se ampliar ainda mais, muito em função dos resultados entregues no ano passado, tanto em performance de vendas como em branding. “Isso fez com que a plataforma entrasse de vez nos planos de mídia dos anunciantes e das agências, e estimamos que o digital responderá por quase um terço do volume total investido em publicidade este ano”, afirma Nobrega, ao destacar que tal avanço confirma a tendência já verificada em mercados mais maduros, como Estados Unidos e Reino Unido.

Para a diretora executiva do IAB Brasil, Cris Camargo, “a pesquisa mostra que o volume de investimento em publicidade digital já é uma realidade no mercado brasileiro, com potencial de um crescimento ainda maior. Este cenário torna essencial o desenvolvimento técnico dos profissionais envolvidos em toda a cadeia de valor. Dessa forma, o IAB Brasil, exerce papel estratégico na formação do mercado, por meio de seus eventos, cursos e disseminação de conteúdo”.