BBL nasce da união do mercado publicitário com o entretenimento

Os executivos Leo De Biase e Nando Cohen, nomes já reconhecidos no cenário gamer e criativo do país, respectivamente, se uniram para fundar a BBL (Bad Boy Leeroy), holding brasileira focada em entretenimento. O hub inicia as operações responsável pelo escritório local da ESL, maior produtora de conteúdo de esports do mundo, e com a Arca, produtora de torneios e eventos whitelabel, e que já possui no portfólio o evento de relançamento do MIBR.

A proposta da BBL é oferecer soluções 360 e se consolidar como one-stop shop do mercado por meio de diferentes unidades de negócios. Sua principal missão é concentrar a comunicação entre os diversos núcleos que compõe o universo gamer: ligas e torneios, canais de conteúdo, eventos, influenciadores e marcas.

Com 20 anos de experiência no segmento gamer, incluindo passagens importantes por grandes empresas da área, De Biase continua no cargo de CEO da ESL Brasil, que passa a fazer parte do grupo BBL, e divide com Cohen, diretor de filmes publicitários que traz seu know-how e protagonismo para o segmento dos esportes eletrônicos, a liderança da nova holding brasileira. Cohen segue como sócio do estúdio Lobo/Vetor Zero, especializado em conteúdo audiovisual e animação.

A indústria de games mundial não para de crescer e o investimento no setor chega no momento ideal para impulsionar ainda mais os números brasileiros. De acordo com o último relatório da NewZoo focado no Brasil, o mercado de esportes eletrônicos prevê o dobro de receitas por investimento de marcas em 3 anos, passando dos atuais US$21 milhões para US$ 40 milhões, representando um crescimento composto de mais de 23%. O país ocupa a 3ª posição no ranking de audiência de entusiastas, ou seja, grupo que assiste conteúdos de esportes eletrônicos mais de uma vez por mês.

“É neste cenário positivo que a BBL chega, unindo a expertise das mais competentes empresas e profissionais dos esportes eletrônicos para viabilizar ainda mais conteúdo, torneios e eventos que atendam a toda a comunidade gamer brasileira. Além da ESL Brasil e da Arca, outras unidades de negócios e parcerias serão divulgadas logo mais, confirmando que essa se tornará a holding referência do segmento no país. Em breve, contaremos, inclusive, com a inauguração de um grande espaço de convivência e criação de conteúdo em São Paulo”, explica Leo De Biase, Owner & Partner da BBL.

A holding também anuncia Guilherme Barbosa para o cargo de Diretor Comercial e Bruno “Comarox” Lage para a posição de Diretor de Conteúdo para Broadcast.

Barbosa chega para liderar as estratégias de negócios da BBL após atuar por 2 anos na área de negócio e criação de projetos com a consultoria LGZn – integrada a BBL – e possui 11 anos de carreira como business partner financeiro de empresas multinacionais como Universal Music Publishing e Cerner. Lage possui mais de 15 anos dedicados a área de games, sendo atualmente narrador oficial Blizzard e influenciador digital. Previamente ocupou a posição de Diretor de Broadcast da produtura e estúdio carioca PromoArena.