Natal do Boticário reafirma compromisso da marca com a equidade racial

É década de 80. E como toda criança, o protagonista do novo filme que o Boticário apresentou no Dia da Consciência Negra (20/11) também adora o Natal. Observador, o menino registra na memória as diversas imagens temáticas, incluindo os festejos em sua própria casa, e todas remetem a um mesmo padrão estético para o Papai Noel.

“Com tanto Papai Noel no mundo, por que nenhum era como eu?”, questiona o garoto. Corta para 2020 e tudo o que ele desejou e acreditou ser possível lá atrás fez a diferença. Agora, ele é não apenas o protagonista do comercial, mas desta festa que compartilha e comemora o amor entre as pessoas: um Papai Noel negro.

Essa é a história do filme que compõe uma série de iniciativas preparadas pelo Boticário para celebrar o Natal de 2020. Mas não é somente isso. Toda a campanha criada pela AlmapBBDO reafirma o compromisso do Boticário com a equidade racial em sua comunicação e atuação no mercado de beleza. O comercial ainda traz a mensagem sobre a importância de acreditarmos nos nossos sonhos.

“O Boticário é uma marca que há tempos trabalha a questão racial, mostrando muita diversidade em seus comerciais e produções. Desta vez, não foi diferente. Aliado a uma série de iniciativas e compromissos da empresa, quisemos trazer uma história inspiradora com a emoção que a data pede. Contamos a história de um garotinho negro que queria se sentir representado na figura de um Papai Noel. Figura esta que, nos últimos tempos (e felizmente), já tem se mostrado mais diversa, seja fisicamente em shoppings, em especiais de Natal, ações de conteúdo etc. Aliás, a história desta diversidade na figura do Papai Noel (algo que foi visto por séculos) também nos inspirou na criação de um pequeno documentário de animação narrado por Lázaro Ramos”, explica Pernil, diretor de criação executivo da AlmapBBDO.

Documentário com participação especial de Lázaro Ramos 

Reconhecido por ser voz relevante no movimento pela equidade racial no país, o ator Lázaro Ramos tem ampla participação em toda campanha do Boticário. Como embaixador da marca em relação ao tema, ele também participa como narrador do documentário “Papai Noel: Uma História de Diversidade”. A obra tem o objetivo de contar a história das origens do Papai Noel de maneira leve e mostrando que nem sempre houve um padrão estético como o mundo se acostumou a ver.

O documentário, que tem o roteiro inspirado nos estudos de Ad Júnior, Head de marketing da Trace Brasil, estará disponível a partir do dia 23 de novembro, nas redes sociais da marca. Lázaro Ramos também marca presença com os colaboradores do Grupo Boticário, na Semana da Diversidade, além de conduzir uma live sobre raça nas redes sociais da marca, junto com a filósofa e escritora Djamila Ribeiro. Tudo com muita troca entre o artista e a empresa.

Como complemento a todas essas iniciativas, vale lembrar também que toda a produção dos filmes que fazem parte da campanha de Natal 2020 do Boticário é marcada pela diversidade, que foi além do casting. O filme, produzido pela Boiler Filmes, é codirigido por Ton Valentim, fotógrafo, artista, ativista e videomaker, que esteve ao lado de Dulcidio Caldeira, sócio e diretor de cena da Boiler. Já o documentário, produzido pela Paranoid, tem direção de Jessica Queiroz.

A campanha contará com desdobramentos em redes sociais e a participação de influenciadores referências na causa.

Assista: