Unilever Brasil revitaliza quadras nos morros Santa Marta e Cantagalo

Comunidade do Cantagalo - quadra poliesportiva

Moradores das comunidades Santa Marta e Cantagalo, no Rio de Janeiro, tiveram as suas rotinas transformadas ao longo do segundo semestre. Com o objetivo de engajar os moradores em questões relacionadas à qualidade de vida e de revitalizar espaços importantes para a convivência e recreação dos moradores – o Campo do Tortinho e a quadra do Cantagalo -, a Unilever Brasil e a ONG love.fútbol desenvolveram o projeto Conectados pela Cidade.

Para que a iniciativa fosse bem-sucedida, tanto a companhia como a ONG sabiam que seria fundamental o envolvimento e a participação das comunidades em todas as etapas. Para isso, líderes comunitários, grupos formais e informais atuantes nas localidades e moradores do entorno das quadras tiveram um papel de liderança desde o início. Foram mais de 300 voluntários e três mil horas de trabalho doadas à causa. Entre mutirões de limpeza, construção e pintura, os moradores também tiveram contato com equipes especializadas em temas que afetam diretamente a saúde e o bem-estar: limpeza e combate ao Aedes Aegypti, gestão de pequenos negócios e autoestima de jovens.

O esforço valeu a pena. Dia 17.12, a comunidade do Cantagalo inaugurou a sua nova quadra poliesportiva. O espaço, que tem vista privilegiada para a praia de Ipanema, beneficiará mais de 3 mil pessoas. Com mais de 40 anos de história e desativado há seis, o Campo do Tortinho, em Santa Marta, foi reinaugurado em 18.12 e beneficiará mais de 2 mil pessoas. As reformas foram patrocinadas pela marca Rexona.

“Acreditamos que o maior legado deixado pelo projeto Conectados pela Cidade foi mostrar a força da mobilização coletiva. Os moradores perceberam que podem fazer a diferença na comunidade em que vivem. No Cantagalo, por exemplo, eles tentavam revitalizar a quadra, que estava depredada e acumulando lixo, desde 2009. Mostramos que era possível e que o resultado é uma conquista deles”, afirma Laís Farhat, diretora de Trade Marketing da Unilever para a América Latina.

“Nossa metodologia de fortalecimento comunitário e apropriação do espaço público garante que durante o processo de planejamento, construção, ocupação e gestão do espaço, fortaleça o tecido social das comunidades, destacando e envolvendo os seus recursos e ativos locais, estreitando parcerias e servindo como um incentivo ao desenvolvimento comunitário autônomo. Assim, o campo de futebol não é só um espaço para o esporte e lazer, mas um catalisador para transformações sociais lideradas pela própria comunidade”, explica o Diretor de Operações da love.fútbol, Manoel Silva.

Campo do Tortinho, - Santa Marta
Campo do Tortinho, – Santa Marta

Os moradores reforçam a importância do projeto. “O campo estava esquecido. A importância do resgate desse espaço é que as pessoas vão ver todos os dias, quando estiverem indo para o trabalho ou para a escola, uma vitrine do desenvolvimento da nossa comunidade. Onde antes tinha lixo, agora temos um jardim. Isso ajuda a transformar onde a gente vive”, disse Alberto da Silva Melo, morador do Cantagalo.

“A gente nasceu e se criou no Tortinho. Eu vou fazer o que for possível para manter o campo vivo, para minha filha brincar aqui, como eu brincava quando era criança”, disse Alan Silva de Lima, morador do Santa Marta.

Parte de iniciativa global da companhia que visa impactar positivamente metrópoles ao redor do mundo, o projeto – que no Rio de Janeiro foi intitulado Conectados pela Cidade – tem como objetivo mitigar necessidades desses locais com base nos pilares do Plano de Sustentabilidade da Unilever (USLP): melhorar a saúde e o bem-estar, reduzir o impacto ambiental e melhorar as condições de vida.

Ao longo de todo o segundo semestre, as comunidades Cantagalo e Santa Marta receberam ações para informar e engajar a população em questões relacionadas à sustentabilidade, saúde, higiene, autoestima, bem-estar e empreendedorismo. A ONG Love.Fútbol foi a parceira da Unilever para viabilizar as iniciativas nas comunidades.