Skol amplia campanha contra assédio com #ApitoDeRespeito

foto por Helena Yoshioka/I hate flash

Após presenciar uma mulher ser assediada no carnaval do ano passado, Lia Marques com a ajuda das suas amigas Marina Gabos e Amanda Cursino iniciaram uma ação que sugeria o uso do apito pelas mulheres para chamar atenção dos foliões e se proteger dos assédios.

Este ano, a Skol vai apoiar as meninas e amplificar a ação pelo país. Depois de São Paulo, chega a vez de Salvador, Recife e Florianópolis receberem o #ApitoDeRespeito, que será distribuído para os foliões incentivando o respeito na festa. A iniciativa tem assinatura da agência F/Nazca.

“É uma pena que situações de assédio ainda se repitam tanto nas ruas. Mas estamos especialmente honrados por contar com a ajuda de mulheres engajadas e fazer da ação delas um símbolo de respeito no carnaval”, afirma Jaqueline Amaral, diretora de conteúdo da agência.

“Quando a Skol nos procurou ficamos orgulhosas. É muito legal ter uma marca apoiando a nossa causa porque a ideia é espalhar isso pelo Brasil”, explica Lia Marques.

“Há algum tempo, Skol vem incorporando essa mensagem de respeito, inclusão e valorização da diversidade. Desde a Parada LGBT de São Paulo tem sido uma jornada muito humana e que ainda irá render muito. O carnaval não poderia ficar de fora e queríamos fazer algo. Junto com as meninas encontramos uma forma de começar a dar mais visibilidade a essa questão e aproveitar para incentivar todas as pessoas a se divertirem com mais respeito”, comenta Maria Fernanda de Albuquerque, diretora de marketing de Skol.