Santander e Choque Cultural anunciam programa de arte, audiovisual e festival em SP

O Santander Brasil e Baixo Ribeiro abrem as inscrições para o programa Visão Periférica, com a curadoria do arquiteto e organização da Choque Cultural. O programa de arte-educação irá oferecer orientações artísticas e profissionais a novos artistas do audiovisual, por meio de conteúdos exclusivos como vídeo-aulas e leituras de portfólios com especialistas. Ao final do processo, 15 artistas – entre novos e convidados – participarão do Festival de Vídeos Arte Visão Periférica, que acontecerá a partir de setembro no grandioso painel eletrônico de LED, instalado pelo Santander na sua Agência Central, no centro histórico da capital paulista.

As vídeo-aulas serão gratuitas e disponibilizadas nas redes da Choque Cultural (InstagramFacebook e Youtube @choquecultural) para o acesso de todos os interessados a partir do dia 5 de agosto. As sessões de leitura de portfólios serão personalizadas, acessíveis a pessoas de qualquer idade ou nível de experiência, com inscrições até 10 de agosto pelo e-mail [email protected] Após a confirmação, o participante receberá as instruções sobre como enviar o seu portfólio no e-mail cadastrado.

Adaptado para o formato online, o projeto reunirá 10 aulas em vídeos com a participação de renomados artistas e curadores ligados à cultura audiovisual. As vídeo-aulas serão apresentadas pelo videomaker Rodney Suguita (Manos & Minas), abordando conceitos, formatos, narrativas e novas linguagens em mídias audiovisuais urbanas e digitais. Já as leituras de portfólios auxiliarão os alunos inscritos a explorarem suas ideias mais inovadoras, como a criação de vídeos, animações, time-lapses, drone-vídeos, gifs, entre outros.

Entre alguns participantes do programa das vídeo-aulas e das leituras de portfólios estão o fotógrafo Penna Prearo, Geandre Tomazoni, do Coletivo BijaRi e o film-maker-skatista Alê Vianna.

O Festival de Vídeo Arte Visão Periférica será a segunda atração do painel eletrônico instalado na confluência das ruas Boa Vista, João Brícola e Ladeira Porto Geral. O painel, que foi inaugurado no último dia 1º de maio, é composto por 100 módulos de LED, com 9,60m x 9,60m de dimensão e capacidade de reproduzir mais de 200 milhões de cores, com design curvo de 92 m². A estrutura está entre as dez maiores telas outdoors do Brasil e, recebe, até o início de setembro, programação com 65 imagens do fotógrafo Tuca Reinés.