Ministério da Saúde faz alerta sobre a Hanseníase em nova campanha

Na última quinta-feira,01, o Ministério da Saúde apresentou sua nova cmapanha de combate à Hanseníase. Criada pela agência nova/sb, a ação será veiculada em todo o país. Com o conceito “Hanseníase: identificou, tratou, curou”, a campanha vai alertar a população sobre os sinais e sintomas da doença (manchas com diminuição de sensibilidade na pele, e diminuição da força nos braços, mãos e pés), falar sobre a importância e necessidade de se buscar uma unidade de saúde tão logo sejam detectados, e informar que o tratamento é gratuito, está disponível na rede pública de saúde e que, assim que iniciado a doença deixa de ser transmitida. Afinal, hanseníase tem cura.

Embora dirigida a toda a população, a campanha tem como público prioritário homens na faixa etária de 20 a 49 anos, considerando essa uma importante parcela da população com risco de adoecimento. Também será dada atenção especial aos homens com 60 ou mais anos, por se tratar de um grupo com alto risco de detecção e de acometimento pelas incapacidades físicas devido à hanseníase.

Além do filme para TV, que terá veiculação nacional, a campanha contará, nos nove estados com maior vulnerabilidade para a doença (AM, CE, MA, GO, MT, PA, PI, RO e TO), com anúncios em jornais, spots nas rádios, outdoors instalados em comunidades, mensagens e banner em sites de notícias e redes sociais. Complementam o enxoval de peças, cartazes e folders informativos, disponíveis nas unidades de saúde de todo o país.

Considerada uma doença crônica e transmissível, a hanseníase ainda é cercada de estigma. Ataca a pele e nervos periféricos, podendo causar incapacidades e deformidades físicas, responsáveis pelo preconceito. Está diretamente ligada a condições econômicas, sociais e ambientais desfavoráveis. E, embora o tratamento e a cura sejam acessíveis, ainda há muito desconhecimento da população com relação aos sintomas, o que dificulta a detecção precoce.

Assista ao filme da campanha:

 

Ficha técnica:

Cliente: Ministério da Saúde
Agência: nova/sb
Campanha: Campanha do Dia Mundial de Luta Contra Hanseníase 2018
Aprovação pelo cliente: Juliana Costa Vieira, Amanda Sampaio e  Priscila Cortez
Direção Agência: Cristina Gutemberg
Direção de criação: Thomaz Munster
Criação: Alyson Nonato, Anselmo Ferreira, Filipe Fontes e Sávio Marques
Atendimento:  Ana Paula Pedrosa
Estratégia Digital: Soraya Coelho
Criação Digital: Eve Portilho, Vinícius Ervilha e Julian Vilela
Planejamento: Iago Moura e Ricardo Bauab
Mídia: Thiago Araújo, Estanley Cunha, Artur Barros e Amanda Almeida
RTV: Marco Ettore
Produtora filme: Quarteto Filmes
Diretora: Ana Paula Barcellos
Produtora de Som: Dahause