Claro Verão leva programação gratuita à Ipanema

“Dias de luz, festa de sol”, os versos de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli soam como inspiração para o Claro Verão Rio, projeto que celebrará a estação mais querida dos cariocas, com diversas atrações culturais espalhadas por dois locais em Ipanema: o Parque Garota de Ipanema e a Casa de Cultura Laura Alvim.

O projeto, que acontece entre os dias 11 e 20 de janeiro de 2020, oferece uma programação repleta de cultura e arte com atividades voltadas para o bem-estar e sustentabilidade. Shows de Xande de Pilares, Barão Vermelho, Blitz, Paulinho Moska, Ana Vilela, Tico Santa Cruz, Gilsons e Toni Garrido vão divertir quem participar do evento. Além disso, o público poderá assistir a filmes, peças de teatro e participar de muitas atividades e experiências ao ar livre.

Durante os 10 dias de intensa programação, o Claro Verão vai apresentar no Parque Garota de Ipanema os shows da Blitz (13/01), Xande de Pilares (15/01) e Barão Vermelho (17/01). Já na Casa de Cultura Laura Alvim a programação será mais ampla contando com cinema, teatro, games eletrônicos, experiências de interatividade e ainda shows de artistas como Paulinho Moska (11/01), Ana Vilela (12/01), Tico Santa Cruz (14/01), Gilsons (16/01) e Toni Garrido (20/01).

Além dos palcos e telas, o evento promoverá também diversas atividades esportivas e de bem-estar no Parque Garota de Ipanema, como um muro de escalada, com acompanhamento de instrutores.

Peck Mecenas, diretor executivo da Peck Produções, diz o que o público pode esperar. “O Claro Verão Rio nasce como uma celebração a tudo que faz do verão carioca um momento singular, da música às atividades ao ar livre, passando por muita interação entre as pessoas. Adotamos a praia de Ipanema como casa porque é nessas areias que a cidade se encontra no verão. Ipanema é símbolo do encontro entre as diversas tribos que formam nossa identidade. E o Claro Verão Rio chega para abraçar todas elas, com shows do rock ao samba, além de experiências que prometem encantar o público”, afirma o realizador cultural.