Campanha da SOL convida brasileiros a pensarem em energia solar

Com as temperaturas mais elevadas e o verão chegando, os brasileiros começam a se preocupar com a conta de luz e a temida bandeira vermelha, que faz com que as taxas aumentem ainda mais.  É dentro desse contexto que será lançada a primeira campanha institucional da empresa de energia solar e sustentabilidade SOL, assinada pela Mynd.
Com o mote “Desative a Bandeira. Ative o modo Solar”, as peças destacam conceitos como acessibilidade e sustentabilidade da energia solar, enfatizando a economia de até 30% em relação à energia convencional e à ausência de taxas extras ou necessidade de investimento.
As imagens, feitas para a campanha pelo fotógrafo paulista Vinicius Longato, ilustram os quatro cantos do Brasil, como praias do Nordeste e do Sudeste e uma plantação de café no Centro-Oeste. “Para cada campanha, um artista será convidado para representar a brasilidade do nosso país. O primeiro deles foi o Vinicius”, diz Daniela Robledo, diretora de comunicação da SOL.
“Entre os limites da cidade e cenários naturais, sempre vai haver boa luz. Investigar esses caminhos mostram beleza na simplicidade, importantes tanto na arquitetura quanto na fotografia”, diz Longato.
As artes da campanha incluem os elementos da nova identidade visual da empresa. Os quatro principais valores da SOL são representados pelos quatro elementos da natureza: a terra para representar a Brasilidade; o fogo, que simboliza tudo de bom que a energia solar traz, como economia e credibilidade; o ar, também protegido pelo tipo de energia segura que não polui; e a água, que representa a sustentabilidade.
Palavras e expressões regionais representam a brasilidade da empresa e dão nomes aos elementos gráficos usados nas peças. São eles: Siricutico (vontade incontrolável de viver o sol lá fora), Borogodó (que tem brilho especial, algo inexplicável que espalha energia boa), Balacobaco (bacana, supimpa, que gosta de espalhar luz, sorriso e diversão), Eita! (expressão que representa surpresa e encanto), Fuzuê (reunião festiva e animada, quando o calor humano gera uma boa confusão), Balagandã (conjunto de amuletos e muita fé na energia do Sol), Bafafá (encontro feliz) e Gandaia (sair sem compromisso para compartilhar alegria).
“A brasilidade faz parte do nosso DNA, assim como a valorização da nossa natureza e a democratização da energia boa e limpa da luz solar. São elementos como este que quisemos destacar na nossa comunicação com o público”, diz Daniela.
A campanha, assinada pela Mynd, passa a ser veiculada esta semana em ambiente digital e em Midia Exterior, nas ruas de Belo Horizonte (MG). “A energia solar é um assunto que gera muito interesse, mas, ao mesmo tempo, muitas dúvidas. A campanha, além do seu papel didático, busca tocar no ponto mais sensível para o consumidor: as tarifas exorbitantes decorrentes da bandeira vermelha. Uma realidade dura, mas que infelizmente não tem previsão de sair de cena. E é aí que a energia solar e a SOL entram como solução. Foi um prazer fazer parte dessa criação!”, afirma Renan Tavares, diretor responsável pela campanha na Mynd.