VML assina nova comunicação do Ministério Público de São Paulo

A Constituição na voz do cidadão. Este é o mote da campanha do Ministério Público de São Paulo para marcar os 30 anos da Constituição Federal de 1988, conhecida como a Constituição Cidadã. Com criação da VML, agência pro bono da instituição, a comunicação destaca o papel do Ministério Público como defensor dos direitos sociais e dos individuais indisponíveis.

Segundo o procurador-geral da Justiça, Gianpaolo Smanio, “o modelo de Ministério Público que prevaleceu na Constituição é justamente o de São Paulo, construído por gerações de promotores”. Intitulada “A Constituição na Voz do Povo”, a campanha contempla uma série de vídeos para internet, spot de rádio e estratégia de ativações nas redes sociais, abordando os direitos assegurados à população como o acesso à informação, liberdade de expressão e religiosa e a igualdade de gênero, assim como o combate ao racismo, ao crime organizado e às práticas que coloquem em risco o meio ambiente.

Todas as peças enfatizam que o MPSP também é composto por cidadãos. “Para lutar por nossos direitos precisamos conhecê-los. Parece básico e até óbvio, mas muitos de nós não sabem nem por onde começar. Por isso, no aniversário de 30 anos da Constituição Cidadã, reunimos diferentes pessoas da sociedade – incluindo promotores do MPSP – para apresentarem, através de suas vozes, os principais artigos e o que eles asseguram a cada um de nós”, comenta Adriano Abdalla, VP de Criação da agência.

Nos filmes, uma animação em motion apresenta os nomes dos cidadãos reais que recitam, em forma de jogral, artigos ou incisos da Carta Magna, na íntegra. Ao final, levam a assinatura “MPSP. 30 anos de Constituição. 30 anos de Cidadania”, com locuções dos próprios promotores de São Paulo. Produzidas pela SoundZilla, também voluntária no projeto, as gravações dos áudios dos vídeos contaram com cerca de 40 pessoas, expoentes de todos os segmentos da sociedade.

O primeiro a entrar no ar – “Liberdade de Expressão” – traz o Artigo 220 e é encerrado com a voz do próprio procurador-geral da Justiça. Logo na sequência, serão veiculados os vídeos “Liberdade Religiosa”, com foco no Artigo 5º, inciso VI; “Proteção da Mulher” sobre o Artigo 5º, inciso I; e “Direito à Informação”, o qual destaca o Artigo 5º, inciso XIV, encerrados pela procuradora de Justiça Lídia Helena dos Passos e pelos promotores Fabíola Sucasas e,  Ernani Vilhena, respectivamente.

Já o spot de rádio, o qual será veiculado em rádios de forma pro bono, faz uma espécie de resumo da campanha: “Aqui no Ministério Público de São Paulo também somos cidadãos e lutamos por toda a sociedade, por todos nós. E para comemorar os 30 anos da Constituição de 88, nós a colocamos onde ela deve estar: na voz do cidadão. Visite as nossas redes sociais e compartilhe. MPSP. 30 anos de Constituição. 30 anos de Cidadania.”

Assista aos filmes da ação:

Ficha Técnica:

Cliente: Ministério Público de São Paulo
Produto: Institucional
Título: Constituição na Voz do Povo
Duração: 10x 30” + 1x 2’
VP de Criação: Adriano Abdalla
Criação: Thiago Gueler e Gabriel Rodriguez
Negócios: Fabio Meneghati e Gê Rocha
Planejamento: Sumara Osório e Danilo Caldas
Mídia: Camila Costa
RTVC: Kika Tancredo de Assis e Gabriela Meyer
Produtora de som: SoundZilla
Produtor de som: Luiz Portela
Atendimento: Cristiane Marquesi
Montagem/Motion Graphics: Chrystian Ducalov
Aprovação cliente: Núcleo de Comunicação do MPSP