União de agências dá origem ao The Content Group

Em pé da esquerda para a direita: Marja Pugliesi (COO da Content House), Clarissa Sá (diretora de criação da Content House), Giordano Braga (co-CEO na CoCreators), Cacau Faria (COO da CoCreators) e Guilherme Gomes (sócio-diretor da Smash). Na fileira da frente, sentadas: Adrianne Elias (CEO do The Content Group) e Luciana Cobra (sócia-diretora da Smash). (Foto: Caio Viegas)

Com o objetivo de oferecer uma solução integrada e versátil – do digital ao live marketing – surge o The Content Group. A holding vai controlar a agência digital, Content House, especializada em branded content; a agência de cocriação entre marcas e influenciadores, CoCreators; a empresa de produção de conteúdo audiovisual Content Studio, além da agência de eventos Smash, que acaba de ingressar no grupo.

Com a reestruturação, a ideia é deixar claro ao mercado que as empresas podem atuar de maneira modular, seja na entrega pontual de por projetos específicos, ou trabalhos de comunicação que incluem uma série de soluções combinadas, desde a estratégia, planejamento e criação até mídia, CRM, influencer marketing e produção de conteúdo.

Neste sentido, a parceria com a Smash é estratégica para complementar as ofertas do grupo. A agência de live marketing tem parcerias sólidas com marcas líderes de diferentes segmentos e tem desenvolvido grandes projetos por anos consecutivos para clientes como Chilli Beans, Melissa, Rei do Mate, ABF, Tagima, Mania de Churrasco e CNA. “Toda a nossa operação continua acontecendo como de costume, mas ganha essa atuação estratégica associada ao The Content Group”, declaram Guilherme Gomes e Luciana Cobra, sócios fundadores da Smash.

Para Adrianne Elias, sócia majoritária, fundadora e CEO do grupo, o movimento vai preparar a holding para um novo momento, que está em sinergia com as principais tendências do mercado de comunicação. Ela afirma também que, atuando como um hub, o The Content Group alia background em branded content e digital, equipes especializadas por segmento de indústria, além de equipamentos, estúdios e equipe de produção própria. “Com o lançamento da CoCreators ao mercado, o grupo dobrou o faturamento em 2018.  Nossa expectativa é seguir com o crescimento acelerado e dobrar de tamanho em três anos. “, afirma Adrianne.

Além da CEO, a liderança do grupo é formada, em sua maioria, por sócios do negócio. Recentemente também se juntaram ao board os co-CEOs da CoCreators, Giordano Braga e Andrea Iorio; e Guilherme Gomes e Luciana Cobra, da Smash.

A Content House tem entre seus clientes atuais  Ferrero Rocher, Nutella, Kinder, Quatá Alimentos, Belliz Company (Belliz, Vertix e Ricca), Pioneer do Brasil, Troller e 99 Empresas. Recentemente, a agência também ganhou as contas de CI Intercâmbio e Viagem e Sub Viagens. Já a CoCreators trabalha por projetos ou campanhas e já cocriou com marcas como Submarino, Tinder, Americanas.com, Shoptime, Microsoft, NET, Doritos, Nissin, O Boticário, JBL e Absolut.

Por fim, a outra novidade na holding está no escopo do Content Studio. A produtora, que antes atendia apenas clientes das agências do grupo, agora expande a sua atuação e fará entregas independentes. O primeiro trabalho com esse novo posicionamento foi criado para a Ame Digital.