terça-feira, julho 23, 2024
Programa Grandes Nomes da Propaganda no canal Markket
InícioAgênciasHuman/Rise chega para aperfeiçoar relação anunciante-agência

Human/Rise chega para aperfeiçoar relação anunciante-agência

Se as descrições de relações de parceria profissional frequentemente apelam à metáfora matrimonial, Graziela Di Giorgi poderia facilmente ser vista como a terapeuta da relação.

Tendo dedicado sua trajetória a entender em profundidade, sob o prisma do marketing, as motivações e vícios do trabalho em equipe, a profissional, que nos últimos 17 anos liderou na América Latina a renomada empresa espanhola Scopen, anuncia o lançamento da Human/Rise, consultoria voltada ao aperfeiçoamento das relações anunciante/agência, e a desenvolver nas equipes de trabalho competências para solução de problemas de negócio.

Tendo como norte a construção de modelos de trabalho de performance sustentável, a Human/Rise conta com método proprietário baseado na interseção entre ciência comportamental e inovação operacional aplicada, e é estruturado nas frentes de Marketing Operations e People Operations.

“Trabalhei como cliente e em consultorias, em diferentes países e culturas corporativas, e todas tinham algo em comum: um desgaste nas relações, entre equipes ou entre parceiros terceirizados, por falta de comunicação, muitas vezes fruto de assimetria na correlação de forças”, avalia Graziela, que além do Brasil já atuou na Espanha, Portugal e Holanda, e atendeu clientes como AmBev, BRF, BBVA, Bradesco, Braskem, Cielo, Grupo Petrópolis, IKEA, Intermarché, Leroy Merlin, McDonald’s, Nivea, Santander, Seguros Unimed, Raízen, Sky e Sumup.

A escuta ativa em processos de seleção de parceiros de comunicação por parte de anunciantes também a levou a desenvolver de forma pioneira, em 2014, um método mais sustentável e equânime de concorrência. Atualmente denominado Human Pitch Session, o workshop avalia a cultura de trabalho e o talento entre agência e cliente, em contraposição à prática consagrada no mercado brasileiro de anunciantes solicitarem campanhas criativas, o que pode chegar a demandar investimentos da ordem de R$ 400 mil por agência.

“Este método se tornou uma referência justamente porque busca atender as necessidades do cliente – tomar decisões mais assertivas – baseadas em variáveis reais, como cultura e talento da agência. E, para a agência, além de não ter que desenvolver ou produzir nada, pela oportunidade de conhecer o cliente e saber se quer realmente estabelecer essa relação”, explica Graziela, que inicialmente atuará nos mercados brasileiro e espanhol.

Além de identificar se há química entre as partes através do Human Pitch Session, a Human/Rise oferece, como contraponto, a não-concorrência, ou seja, o Reforço da Relação, processo baseado em um acompanhamento/ tracking da relação atual seguido de um workshop para ajustes que ressignificam a parceria. “Dificilmente uma relação de curto prazo é capaz de oferecer resultados palpáveis. Há um importante custo de mudança que muitas vezes não é considerado”, pondera Graziela.

Para as agências, a Human/Rise oferece o Cultura de Crescimento, processo focado em criar a cultura de prospecção na liderança, que implica na clusterização de clientes, melhora das credenciais, entendimento de oportunidades e conexão entre as fortalezas da agência e as oportunidades / demandas dos clientes. Uma versão pocket do processo, focado na ressignificação das credenciais da agência, pode ser contratada.

Na frente de People Operations, o Cultura de Crescimento conta com 3 etapas: Mind Assessment, para entender como pensamos, Action, para mudar como atuamos, e Connect, para evoluir a cultura a partir de decisões estratégicas mais ágeis e assertivas.

O método se aplica em diferentes módulos, que podem ser contratados de forma independente ou sequencial, para engajar o talento, desenvolver a equipe, potencializar a área, conectar a cultura e mentorear o líder.

Todas as etapas de trabalho são mensuradas pelo Human/ROI, indicadores de desempenho customizáveis que podem apontar, entre outros índices, retenção, satisfação do colaborador, rentabilidade, saúde mental e proatividade das ideias.

Artigos relacionados

Novidades