DPZ&T lança VivaSix, unidade de business performance da agência

Dirigida por uma cultura consolidada em mindset digital e uma equipe de mídia focada em recursos de dados e tecnologias atuais, além de um pensamento estratégico integrado na construção de valores criativos, a DPZ&T anuncia o lançamento da VivaSix. A primeira unidade de performance da agência terá uma atuação muito mais profunda que uma mesa de operação de mídia e, neste momento inicial, estará dedicada ao atendimento de Renault. A intenção é expandir o atendimento à outros clientes com núcleos específicos para cada marca.

“É com orgulho que inauguramos esse novo braço da DPZ&T. O uso inteligente de dados como fonte de inspiração e base para as ações que criamos para nossos clientes, é um dos pilares da agência. O nascimento da VivaSix, sob a competente liderança do Paulo Ilha, é mais um passo na consolidação do modelo de negócios que temos criado na agência”, afirma Eduardo Simon, CEO da DPZ&T.

A VivaSix conta com um modelo exclusivo por não pensar somente em otimização de mídia, mas pelo fato de ser uma unidade de business performance; ou seja, completamente voltada para os insights de negócios. Razão pela qual a VivaSix já nasce integrada ao time de Renault.

“Nosso grande diferencial é não agir apenas como mais uma unidade de performance, pois existem várias no mercado. A VivaSix é uma unidade de inteligência para os negócios. Seguindo seis princípios – acessibilidade, transparência, gestão, dados e agilidade, integração, desempenho –, o objetivo é gerir todos os assets de mídia dos clientes e, a partir disso, fazer uma leitura do consumidor oferecendo insights sobre o negócio das marcas, algo que está no DNA da DPZ&T desde o início.”, comenta Paulo Ilha.

Sobre os seis princípios da VivaSix, a equipe composta até aqui por 10 profissionais da mídia atuará com dados proprietários que permitem analisar e otimizar em tempo real; segmentação e cruzamento de dados do comércio eletrônico e CRM; configuração de alcance e frequência unificada com possibilidade de contar histórias de forma sequencial entre diferentes veículos e duplicação de audiência; transparência total no detalhamento de custos com as distribuições exatas de orçamento; capacidade de atribuir cada esforço de mídia aos resultados de negócios; processo de execução e decisão mais rápida; além de integração de terceiros para verificação de publicidade, visibilidade, fraude e segurança da marca.