Crítica favorável é razão para 83% dos brasileiros experimentarem produtos ou serviços,...

Crítica favorável é razão para 83% dos brasileiros experimentarem produtos ou serviços, mostra Ipsos

Para conhecer quais são as tendências globais de 2017, a Ipsos ouviu mais de 18 mil pessoas, em 23 países, no fim do ano passado. O resultado está reunido em oito novas tendências: a crise das elites; as tensões das gerações; a busca pela simplicidade e controle; a incerteza é o novo normal; ascensão da tradição; a divisão do otimismo; a batalha pela atenção; e um mundo mais saudável.

O estudo completo, com mais de 400 questões, mostra aspectos do mundo de hoje e aponta como marcas e produtos são vistos nos países pesquisados. Confira alguns dos resultados:

Mundo e Brasil

• 68% das pessoas acreditam que as marcas mais bem-sucedidas serão aquelas que contribuirão positivamente para sociedade, e não só fornecer bons serviços e produtos. A porcentagem entre os entrevistados brasileiros é de 74%;

• No entanto, 45% dos participantes afirmam que não se importam se uma marca é eticamente ou socialmente responsável, o principal é que ela faça bons produtos;

• Globalmente, 67% dos entrevistados concordam que é importante as marcas contribuírem positivamente com a sociedade. 74% dos brasileiros concordam com esta visão;

• 76% das pessoas, mundialmente, experimentariam um produto ou serviço que conquistaram boas críticas. Neste quesito, o Brasil está acima da média e totaliza índice de 83%.

A pesquisa entrevistou 18.180 adultos, de 16 a 64 anos – sendo nos EUA e Canadá de 18 a 64 anos -, entre 12 de setembro e 11 de outubro de 2016.  O estudo foi realizado em 23 países: Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, China, França, Grã-Bretanha, Alemanha, Indonésia, Itália, México, Japão, Peru, Polônia, Rússia, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Turquia, Índia e EUA.

O estudo completo está no link.

Compartilhe...Tweet about this on TwitterShare on Facebook0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on Google+0Email this to someone

SEM COMENTÁRIOS